08/09/2020 às 11h38min - Atualizada em 08/09/2020 às 11h38min

Aulas presenciais de reforço começam nesta terça na rede particular e estadual

Confira aqui as regras da Educação SP para a volta às aulas segura Educação

No Estado de São Paulo, escolas localizadas em regiões que estão há 28 dias na fase amarela do Plano São Paulo e que foram autorizadas pelo seu município poderão retornar com atividades de reforço no dia 8 de setembro. Para isso ocorrer de forma segura, a Secretaria de Educação do Estado (Seduc-SP) estabeleceu uma série de normas para o funcionamento das unidades.

PRINCIPAIS DÚVIDAS DOS PAIS E ALUNOS

PRINCIPAIS DÚVIDAS DOS PROFESSORES E SERVIDORES

As escolas estaduais que retornarem poderão receber, no máximo, 20% dos alunos por dia, independente da etapa do ensino. Já as redes municipais e privadas devem seguir o decreto do governo do estado que prevê o limite de 35% para educação infantil e anos iniciais do ensino fundamental, e 20% para anos finais do ensino fundamental e ensino médio. Todas as unidades também ficam autorizadas a funcionar em horário reduzido.

Para quem estiver na escola é obrigatório o uso máscara e cumprimento do distanciamento mínimo de 1,5 metro. A higienização das mãos com água, sabão e álcool em gel deve ser constante. As escolas, além dos produtos de higiene, também disponibilizarão máscaras de tecido para servidores e alunos, protetores de face (faceshield) para servidores e termômetros para aferição de temperatura antes da entrada.

Rede Municipal - Já as escolas da rede municipal de ensino de São Carlos estão com as aulas presenciais suspensas desde 23 de março. A medida foi tomada devido à pandemia do novo coronavírus e deve permanecer dessa forma até o final desse ano. A rede atende 6.910 crianças de 0 a 5 anos e 9.342 a partir dos 6 anos. Do 6º ao 9º ano são mais 818 alunos, outros 497 na educação especial e 634 na EJA. Por meio das creches filantrópicas outras 1.120 crianças são atendidas. No total são mais de 20 mil estudantes, além de 1.293 professores contratados. 

Confira outras medidas que deverão ser adotadas nas escolas:

• Higienização das salas de aula antes de cada turno;
• Higienização dos banheiros e cada três horas e na abertura e fechamento unidade;
• Marcação do distanciamento nos pisos;
• Estudantes não podem compartilhar objetos e materiais;
• Cada estudante deve ter seu próprio copo ou garrafa, caso não os possua deverá utilizar copos descartáveis.
• Evitar que pais, responsáveis ou qualquer outra pessoa de fora entre na escola;
• Os intervalos ou recreios com turmas fixas em revezamento de horários;
• Priorizar na merenda alimento que não necessitem de manipulação para o consumo;
• Eventos que causem aglomeração estão proibidos;
• Organizar saída e entrada para evitar aglomerações preferencialmente fora do horário de pico do transporte público.

No transporte escolar:

• Alunos e servidores devem usar máscaras de tecido no transporte e por todo o percurso;
• Veículos do transporte escolar deverão intercalar um assento ocupado e um livre, orientar os alunos a não tocarem nos bancos, portas e janelas e disponibilizar álcool em gel 70% para higienização das mãos;
• Janelas devem permanecer semiabertas para circulação de ar
• Veículos do transporte escolar deverão ser higienizados entre uma viagem e outra

Não devem ir à escola o servidor ou aluno que:

• Teve um ou mais dos seguintes sintomas: febre (medida ou referida), calafrios, dor de garganta, dor de cabeça, tosse, coriza, distúrbios olfativos (perda do olfato), distúrbios gustativos (perda do paladar), diarreia e dor no corpo
• Teve contato nos últimos 14 dias com alguém que testou positivo para COVID-19 (ficou a menos de 1 metro de distância por ao menos 15 minutos);
• Teve sintomas de gripe

Caso se encaixe em alguns desses casos é recomendado que consulte uma unidade de saúde próxima a sua casa para maiores orientações.

Pessoas do grupo de risco também não devem ir à escola e permanecer em isolamento social. São considerados grupo de risco as seguintes condições:

• Pessoas com 60 anos ou mais;
• Portadores de comorbidades, Diabetes tipo 1, Hipertensão Arterial (Pressão alta), Insuficiência cardíaca grave ou descompensada, Doença pulmonar crônica ou asma moderada a grave, Doença renal crônica (com necessidade de realização de hemodiálise), Hepatopatias (doenças do fígado);
• Uso de medicamentos imunossupressores;
• Uso de medicamentos imunobiológicos;
• Pacientes imunodeprimidos;
• Câncer em tratamento;
• Obesidade mórbida (IMC> 40);
• Gestantes;
• Portador de doença cromossômica.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://saocarlosdiaenoite.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp