04/03/2024 às 10h26min - Atualizada em 04/03/2024 às 10h26min

Secretaria da Pessoa com Deficiência faz empréstimo de cadeiras de rodas para projeto de dança na APAE

As atividades propostas visam o desenvolvimento da coordenação motora, equilíbrio e flexibilidade das pessoas com deficiência que são atendidas

Secretaria da Pessoa com Deficiência faz empréstimo de cadeiras de rodas para projeto de dança na APAE (Divulgação/PMSC)
A Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida (SMPDMR) entregou no último dia 26 de fevereiro sete cadeiras de rodas especiais para o projeto de dança que será desenvolvido na Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de São Carlos durante todo o ano.

A entrega foi feita pelos diretores da SMPDMR, Daniel Mourão e Marília Massei Porto, na presença da gerente administrativa da entidade, Cristina Duarte Schiabel. Os equipamentos de tecnologia assistiva ficarão sob a responsabilidade da bailarina e fisioterapeuta, Marjorie Ribeiro, que é instrutora de dançaterapia e atua com aulas de dança para pessoas com deficiência (PCDs).

As atividades propostas visam o desenvolvimento da coordenação motora, equilíbrio e flexibilidade das pessoas com deficiência que são atendidas na Apae. A dança possibilita trabalhar aspectos como a criatividade, musicalidade, socialização e o conhecimento da atividade em si, contribuindo assim, na consciência corporal, comunicação, bem-estar, entre outros benefícios.

A secretária Lucinha Garcia, da SMPDMR, afirma que a parceria da Prefeitura de São Carlos com a Apae vem de longa data e contribui diretamente para o bem-estar das pessoas com deficiência que são atendidas pela entidade.

“Esse projeto chega em boa hora, pois ajuda os participantes a superar suas limitações e ajuda a elevar a autoestima, uma vez que a dança como forma de inclusão tem como objetivo integrar os seres humanos, proporcionando meios que possibilitem que a atividade seja realizada por todos e o foco principal sempre serão as potencialidades e não as limitações, permitindo, assim, que as pessoas com deficiência desenvolvam suas habilidades artísticas”, destaca a secretária.

Além disso, a ideia do projeto é integrar as pessoas usuárias e não usuárias de cadeira de rodas, promovendo ainda uma constante reavaliação de atitudes pessoais e sociais em relação às deficiências, às semelhanças e diferenças humanas.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://saocarlosdiaenoite.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp