01/09/2023 às 08h41min - Atualizada em 01/09/2023 às 08h41min

SAAE incentiva visitas nas Estações de Tratamento de Água e de Esgoto

Estudantes de escolas públicas e particulares participam de projetos de educação ambiental. Universidades e população também podem agendar

SAAE incentiva visitas nas Estações de Tratamento de Água e de Esgoto
Durante o mês de agosto quatro turmas do 7° ano da EMEB Dalila Galli, da Prefeitura de São Carlos, visitaram a Estação de Tratamento de Esgoto Monjolinho – ETE, administrada pelo Serviço Autônomo de Água e Esgoto de São Carlos (SAAE).  Ao todo, apenas dessa escola municipal e neste período, de 01 a 31/08, foram atendidos 100 alunos na faixa etária de 12 a 14 anos. Eles foram recebidos pela equipe de Educação Ambiental da autarquia e tiveram condições de aprender sobre as diversas etapas que compõem o processo, desde a coleta até o tratamento final do esgoto.

ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE ÁGUA/ ETA – Vale ressaltar, porém, que os agendamentos de visitas das escolas são em maior frequência para a Estação de Tratamento de Água, localizada na Rua Carlos Botelho, na região central. Para se ter ideia, desde o começo do ano, até agora, mais de 2.000 alunos das escolas públicas e particulares de São Carlos já passaram pela ETA e, igualmente, foram orientados sobre temas como uso responsável da água, tratamento da água, uso e ocupação do solo, preservação de mananciais, coleta seletiva, entre outros.

ESCOLAS PÚBLICAS E PRIVADAS - Entre as escolas públicas de São Carlos que visitaram a ETA e/ou ETE durante este ano de 2023, estão: Dalila Galli, Artur Natalino Deriggi, Alcyr Afonso Leopoldino, Afonso Fioca Vitalli, Prof. Angelina Dagnone de Mello, Antônio Stella Moruzzi, Profa. Janete Lia, Austera Mangerona, Profa. Maria Ermantina Tarpani e Prof. Ulisses Ferreira Picollo. Já entre as privadas, estão os Colégios: Passatempo, Cecília Meirelles, Objetivo Júnior, Adventista, Fukuara e Sapiens.

 Além do público infanto-juvenil, que ainda cursa os ensinos fundamental I e II,  ETA e ETE também recebem visitas periódicas de estudantes, professores e pesquisadores de Universidades locais, como UFSCar, USP e UNICEP, e da região, como UNAERP, de Ribeirão Preto. Também houve, este ano, visitas agendadas pela Fundação Educacional São Carlos – FESC  ( principalmente da UATI, Universidade Aberta da Terceira Idade), Fundação Pró-Memória de São Carlos, além de representantes de outras diversas entidades e população em geral.

AGENDA DE VISITAS - O público interessado em visitar uma ou as duas unidades, ETA e ETE, deve entrar em contato pelos seguintes telefones:  ETA (3371.6411) / ETE (3501.1288). A equipe é composta por 8 profissionais: Gilcimar Trento Ferreira, Natália Verona, Eliana de Cássia G. Aiello, Carlos dos Santos, Herik Carminato, Flávio Gomes Leite, Renata Custódio e Leila Patrizzi.

A Gerente de Operações e Tratamento de Água e Esgoto do SAAE São Carlos, Dra. Leila Patrizzi, afirma que estas visitas têm um papel muito importante no trabalho de divulgação e conscientização acerca de posturas e hábitos pessoais e coletivos que devemos ter na relação diária com esse binômio do saneamento básico: água e esgoto. “Todos nós dependemos da água e todos nós produzimos esgoto. O uso consciente do primeiro e o descarte correto do segundo são fundamentais para mantermos nossa qualidade de vida no presente e garantir com que ela continue no futuro. É justamente por isso que sempre ficamos muito satisfeitos com o crescimento pela procura dessas visitas, porque elas ajudam de forma extraordinária nesse trabalho diário, contínuo e permanente da conscientização”.

Já o presidente do SAAE, Engenheiro Mariel Olmo, salienta que todo o apoio e incentivo para a equipe de educadores ambientais da autarquia será mantido e, na medida do possível, ampliado. “Esses profissionais exercem um papel importantíssimo. Cativam e orientam as pessoas (crianças, jovens, adultos e idosos) que, depois, serão multiplicadores dessas informações nos mais variados ambientes que frequentam. Isso tem um valor imensurável. Saneamento básico, hoje, não é pauta do SAAE e de São Carlos, apenas. Ela faz parte da agenda global. Qualquer descuido, falha, falta de respeito e de compromisso, pode significar ‘a gota d’água’ no planeta que ainda atende por Terra”.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://saocarlosdiaenoite.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp