09/03/2023 às 08h25min - Atualizada em 09/03/2023 às 08h25min

Comitiva da Prefeitura de São Carlos visita Fazenda do Pinhal

As próximas ações devem levar um número maior de alunos das escolas municipais, além de proporcionar a visita para outras entidades, sempre sem custo aos visitantes

Comitiva da Prefeitura de São Carlos visita Fazenda do Pinhal
Uma comitiva da Prefeitura Municipal de São Carlos visitou nesta quarta-feira (8), a tradicional Fazenda do Pinhal, propriedade histórica e uma das origens do município, quando era de propriedade de Antonio Carlos de Arruda Botelho, o Conde do Pinhal. A Fazenda, que já foi uma das maiores produtoras de café do Brasil, e ainda mantém produção em menor escala, e já abrigou um hotel, hoje tem um projeto voltado à educação e ao turismo histórico.

“Redescobrimos nossa vocação, que é oferecer aos visitantes a experiência de valorizar mais que a história do local, a história dos povos que aqui passaram, como os africanos, escravizados, que tanto fizeram, os imigrantes, entender o contexto e valorizarmos mais essas histórias”, explicou Héllen Furlas, gestora do Centro de Estudos, Pesquisa e Educação – CEPE, da Fazenda do Pinhal.
O Centro, onde ficava o antigo salão de eventos do hotel, reúne um grupo de profissionais que recuperam dados e avaliam documentos históricos, fazendo parte da recepção aos visitantes.

“Recebemos alunos de escolas da nossa cidade, e mesmo de outras regiões e estados, com café da manhã, almoço e café da tarde, toda a visita é gratuita, um trabalho voltado à educação e compreensão de nossa história e dos povos que aqui viveram”, disse a gestora do CEPE.

A comitiva formada pelos secretários de Trabalho, Emprego e Renda, Dani Favoretto Valenti; Desenvolvimento Econômico, Luís Antonio Panone; Pessoa com Deficiência e Mobilidade Urbana, Lucinha Garcia; e Esportes e Cultura, Thiago de Jesus; além da presidente da Fundação Pró-Memória, Maria Isabel Lima e dos secretários adjuntos da SMTER, Luís Antônio Marcon Garmendia, e da Comunicação, Ana Carolina Maglio, além de diretores e servidores das secretarias de Educação e Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável e do gabinete do Prefeito; teve a oportunidade de conhecer todo o projeto. O objetivo foi aproximar ainda mais o poder público e buscar novas maneiras de apresentar a Fazenda do Pinhal à população.

“Uma oportunidade para conhecer e valorizar o patrimônio histórico e cultural do município. Como gestores públicos, é nosso dever preservar e valorizar a história e a cultura local, e a Fazenda do Pinhal é um exemplo importante desse patrimônio histórico. A visita mediada pela equipe de educadores também tem um papel fundamental na conscientização sobre o trabalho escravo na produção de café no Brasil e na luta contra a exploração humana e o racismo”, destacou a secretária da SMTER, Dani Favoretto Valenti.

Já o secretário de Desenvolvimento Econômico, Luís Antonio Panone, ressaltou a importância dessa aproximação para a promoção de políticas públicas potencializem nossa economia. “Dessa forma, é fundamental que o poder público apoie e promova iniciativas como essa, que visam a preservação e valorização da história e da cultura local, além de contribuir para o desenvolvimento de toda a região”, disse Panone.

As próximas ações devem levar um número maior de alunos das escolas municipais, além de proporcionar a visita para outras entidades, sempre sem custo aos visitantes.



 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://saocarlosdiaenoite.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp