26/02/2023 às 07h57min - Atualizada em 26/02/2023 às 07h57min

São Carlos inicia aplicação da vacina bivalente contra a Covid-19 na terça-feira

Nesta primeira fase, o município recebeu 11.904 doses de vacina do Departamento Regional de Saúde (DRS-III Araraquara)

Nesta primeira fase, o município recebeu 11.904 doses de vacina do Departamento Regional de Saúde (DRS-III Araraquara)
A Prefeitura de São Carlos, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, iniciará nesta terça-feira (28/02) a aplicação da vacina bivalente, que protege contra as cepas atualizadas da COVID-19, incluindo a subvariante Ômicron.

Nesta primeira fase, o município recebeu 11.904 doses de vacina do Departamento Regional de Saúde (DRS-III Araraquara) e estão habilitadas a receber a dose os idosos de 70 anos ou mais. Além destes, também podem se vacinar as pessoas imunossuprimidas com 12 anos ou mais de idade, as que estão vivendo ou trabalhando em instituições de longa permanência e a população indígena, quilombola e ribeirinha.

Os públicos serão ampliados conforme a chegada de novas doses e de acordo com as orientações técnicas do Ministério da Saúde.

Em São Carlos, seguindo a operacionalização feita pelos departamentos de Vigilância em Saúde (DVS) e de Gestão do Cuidado Ambulatorial (DGCA), a vacinação acontece em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS’s) – UBS Aracy, UBS Redenção, UBS Botafogo, UBS Cruzeiro do Sul, UBS Vila Izabel, UBS Azulville, UBS Vila Nery, UBS São José, UBS Santa Paula, UBS Delta e UBS Santa Felícia, sempre das 8h às 16h.

Os pacientes cadastrados nas Unidades de Saúde da Família (USF’s) receberão as doses pelas respectivas equipes de forma programada, conforme calendário, e, no caso das pessoas acamadas, o munícipe deve procurar a unidade de saúde de referência e solicitar a vacinação, que será feita no domicílio, mediante agendamento, pelos próprios profissionais da unidade.

Já as pessoas que estão vivendo em instituições de longa permanência e os trabalhadores destas instituições serão imunizados no próprio local.

É importante lembrar que, para receber o imunizante, o munícipe – acamado ou não – precisa anteriormente ter tomado ao menos duas doses da vacina contra a COVID-19 (esquema vacinal primário completo), sendo que a última dose recebida precisa ter sido aplicada há pelo menos quatro meses. No ato da imunização, é necessário portar a carteira de vacinação e o CPF original e, no caso dos imunossuprimidos, uma carta médica acusando a condição de saúde do paciente.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://saocarlosdiaenoite.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp