12/01/2023 às 12h58min - Atualizada em 13/01/2023 às 00h00min

Dicas para viajar com cachorro em vários meios de transporte

SALA DA NOTÍCIA Valle da Mídia
Viajar com cachorro pode ser uma aventura inesquecível ou uma grande dor de cabeça. Assim como nós não andamos sem a nossa identidade, também é muito importante que os nossos filhinhos tenham algum tipo de identificação. Assim, toda família fica bem mais segura, cada membro com seu “RG.”

Para eles, a identificação é importante porque infelizmente não podemos prever o que irá acontecer durante os dias fora de casa.

Como tutores, sempre esperamos o melhor, mas devemos estar preparados para o pior. Nesse caso, a perda do bichinho.

Por isso, eles sempre devem estar com uma coleira contendo o nome dele, dos tutores e números de telefone. 

Vacinas

Segundo lugar nas prioridades, mas primeiro quando resolvemos viajar com cachorro. Na verdade, eles nunca podem estar com a vacinação atrasada, mas a viagem é um ótimo momento para colocá-las em dia.

Não temos certeza do que iremos encontrar durante a estadia: bichos, animais contaminados com algo ou algum parasita, substâncias tóxicas em vários lugares, pulgas, vermes…

Enfim, é muito melhor prevenir do que sair do passeio com um parasita indesejado, por isso, sempre confira as vacinas obrigatórias anualmente.

Acostume-o com carro

Seu o animal não tem costume de andar de carro e se esse for o meio de transporte da viagem, tente dar pequenas voltas com ele.

Pode ser pela cidade mesmo, é claro, mas distâncias suficientes para fazê-los se acostumarem com o veículo, o espaço, o cheiro, etc.

Assim fica muito mais fácil controlar a ansiedade, agitação e comportamento deles num espaço bem menor do que o de costume e também com o movimento.  

Use o cinto

Não faça nada com o seu cachorro, que não faria com um filhinho humano. Pode parecer exagero, mas a segurança vem sempre em primeiro lugar.

Vale destacar a importância da segurança não só do animal, mas de todos que estão no veículo. Afinal, o cão pode pular no motorista e atrapalhar a condução do carro, causando um grande transtorno ou mesmo ser arremessado para fora do veículo durante uma colisão.

Então, utilize uma cadeira ou um cinto adaptado, próprio para eles. Uma dica é que ele esteja preso a uma coleira peitoral e sempre bem ajustado de acordo com o tamanho do animal.  

Pausas frequentes 

Não importa se o tutor consegue dirigir por horas a fio, ao viajar com um cachorro, é preciso atender às necessidades deles.

Por isso, é necessário deixar o animal o mais confortável e menos angustiado possível. É preciso parar, respirar um pouco de ar livre e andar para que eles possam fazer as necessidades.

Uma dica de ouro é encontrar paradas Pet Friendly. Até porque, não é todo lugar que podemos entrar com eles, por isso, procure por Nome da Cidade + Pet Friendly e aproveitem a pausa, comenta Larissa Mitie do Vet Quality Centro Veterinário 24h.

Dicas de viagem com cachorro em diferentes meios de transporte 

Viajar com cachorro de carro

·        teste e treine o comportamento dele, assim como a dica que demos acima;

·        leve a caminha, manta e brinquedos juntos com ele. Assim, se sentem mais seguros e confortáveis; 

·        nunca, jamais, viaje com ele ao lado do motorista, nos pés, ou solto nos bancos de trás;

·        não o deixe ficar com a cara ao vento, pois isso também é bem perigoso;

·        tenha água e petiscos de fácil acesso.

De avião 

·        é possível, mas há diversas regras sobre isso. Então, como companhias aéreas são bem exigentes, siga-as ao pé da letra e de cabo a rabo (literalmente);

·        procure essas informações diretamente com a companhia que irá viajar e não informações genéricas de sites, por exemplo, pois elas podem mudar;

·        informe o veterinário de confiança e realize o check-up, já que viagens como essa são proibidas dependendo da condição do cachorro;

·        de modo geral, caso tenha mais de um, não poderá levar todos. Eles permitem 3 por viagem, sendo um por cliente;

·        além disso, o cão deve ter mais de 4 meses e até 10 kg; 

·        a carteira de vacinação atualizada é obrigatória. 

De ônibus

·        antes de tudo, se certifique que a empresa aceita o transporte de cachorros no veículo;

·        se aceitam, quais são as condições para isso. Siga todas elas para não ser impedido de viajar ou não passar nenhum perrengue; 

·        jamais aceite viajar em companhias que os levem em más condições ou qualquer tipo de maus tratos e insegurança;

·        tenha água e petiscos de fácil acesso;

·        se estiver na casinha, deixe-o com um brinquedo e uma manta com o cheirinho de casa.

Os pets também merecem uma mala para eles, mas o que levar? 

Viajar com cachorro é como viajar com bebês. Não é só levá-los junto com “a roupa do corpo”.

Kit Emergência

Nesses casos, primeiro consulte o veterinário de confiança, informe sobre a viagem e peça indicação tanto dos medicamentos quanto das dosagens. 

·        remédio de enjoo;

·        remédio de alergia, caso tenha;

·        medicamentos para cortes;

·        carvão ativado;

Itens pessoais 

·        guia de passeio;

·        focinheira para os grandões; 

·        cama;

·        manta;

·        brinquedos;

·        escova de pelos;

·        folhas de jornais para as necessidades;

·        garrafinha de água para os passeios;

Comida 

·        conte as porções certinhas, e leve em sacos próprios;

·        alguns litros de água mineral;

·        potes para água e ração;

Antes de viajar com um animal de estimação, marque uma consulta com o seu veterinário de confiança.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://saocarlosdiaenoite.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp