10/02/2022 às 22h20min - Atualizada em 10/02/2022 às 22h20min

Solenidade na Câmara Municipal marca abertura das comemorações do Centenário da Semana de Arte Moderna

A realização do evento foi incluída no calendário de eventos da Câmara por meio de um projeto de resolução de autoria do vereador Azuaite Martins de França e aprovado por unanimidade pelos vereadores. Nesta sexta

Será realizada nesta sexta-feira (11) às 10h30, no plenário da Câmara Municipal, a sessão solene de abertura das comemorações em São Carlos do Centenário da Semana de Arte Moderna, com programação que inclui atividades organizadas pela Diretoria Regional de Ensino e Centro do Professorado Paulista (CPP).

A sessão solene terá transmissão ao vivo pelo canal 8 de NET,online via Facebook e canal do Youtube por meio da página oficial da Câmara Municipal de São Carlos.

A realização do evento foi incluída no calendário de eventos da Câmara por meio de um projeto de resolução de autoria do vereador Azuaite Martins de França e aprovado por unanimidade pelos vereadores.

Presidente regional do CPP e da Comissão de Educação e Cultura da Câmara, Azuaite será orador durante a solenidade nesta sexta-feira, que contará também com a presença da diretora regional de Ensino, Débora Costa Blanco.

A programação comemorativa no município terá participação de escolas estaduais da cidade. Estão previstas apresentações artísticas de 21 a 25 de fevereiro nas escadarias externas da Escola Estadual Dr.Álvaro Guião e exposição de fotografias das releituras de obras de arte oriundas da Missão 3 do Grêmio Estudantil em Conexão Conviva: “Uma batalha contra o tédio”. (Atividade desenvolvida no início da pandemia de Covid-19).

Ao oficializar a comemoração em São Carlos, o vereador Azuaite destacou que “a  Semana de Arte Moderna , considerada um divisor de águas na cultura brasileira,  nasceu no momento que o mundo assistia ao fim de uma grande guerra e tudo se renovava nas estruturas mentais e políticas da sociedade”.

Marco do início do movimento modernista no Brasil, a chamada Semana de 22 aconteceu no Teatro Municipal de São Paulo entre os dias 13 e 17 de fevereiro, reunindo artistas de diversas áreas, exposição com cerca de 100 obras no saguão do teatro e três sessões lítero-musicais noturnas.

 O evento declarou o rompimento com o tradicionalismo cultural associado às correntes literárias e artísticas anteriores: o parnasianismo, o simbolismo e a arte acadêmica. A defesa de um novo ponto de vista estético e o compromisso com a independência cultural do país fizeram do modernismo sinônimo de "estilo novo", diretamente associado à produção realizada sob a influência de 1922.

“A principal função da Semana de 22 para a história da arte brasileira foi romper o conservadorismo vigente no cenário cultural da época”, ressaltou o vereador Azuaite. “Não havia um conceito que unisse os artistas, nem um programa estético definido. A intenção era destruir o status quo. E eles conseguiram. Por isso, se faz justa e necessária esta celebração do centenário da Semana de Arte Moderna de 1922”.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://saocarlosdiaenoite.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp