05/05/2020 às 14h56min - Atualizada em 05/05/2020 às 14h56min

Cidinha Rabello assume presidência do PTB Mulher e monta uma “seleção” para as eleições municipais

Em entrevista ao Portal SCDN ela falou um pouco da sua trajetória, expectativas políticas e até sobre uma possível surpresa na disputa das eleições para prefeito Eleições 2020

Se existe um partido em São Carlos que está trabalhando ativamente nos bastidores para formar uma chapa forte de candidatos para vereadores nas próximas eleições, esse partido é o PTB. Se não bastasse o partido que em São Carlos é presidido por Marcio Cinti, vem montando uma seleção de candidatas ao Legislativo, através do PTB Mulher, liderada pela empresária do ramo imobiliário Cidinha Rabello. 

Filiada ao partido desde 2008, Cidinha que também já foi assistente social e gerente comercial, concedeu entrevista ao Portal São Carlos Dia e Noite, onde falou um pouco da sua trajetória pessoal, expectativas políticas e até sobre uma possível surpresa na disputa das eleições para prefeito. Confira abaixo: 

SCDN - Quem é Cidinha Rabello e quando começou a militância política? 

Cidinha Rabello - Eu Cidinha Rabello, venho de uma família bastante humilde. Comecei a trabalhar com 07 anos de idade. Sou graduada em Serviço Social (Assistente Social). Atuei como Assistente Social na Caixa Econômica Estadual, Lar Padre Teixeira, Casa Bethânia de Adolescentes e no Educandário São Carlos-SP, na época do Padre Nascimento. Fui vice-presidente da ACORDE - São Carlos-SP, por 2 anos (atendimento a crianças especiais). Trabalhei em vários bancos sendo o último o Banco Econômico, onde me aposentei na função de Gerente Comercial. Atualmente sou corretora de imóveis e sócia de uma empresa (Ramos Negócios Imobiliários). Me filiei ao PTB há 12 anos atrás e sempre estive a par e dentro de movimentos políticos onde o PTB é o partido mais alinhado com as minhas convicções políticas sociais e partidárias.

SCDN - Como o PTB Mulher está se preparando para as próximas eleições? Como está a mobilização das mulheres no partido? 

Cidinha Rabello - O PTB Mulher já existente em outras cidades e vêm sendo bastante atuante. Agora, como fui convidada ao cargo de Presidente para o PTB Mulher na cidade de São Carlos, estamos formando um grupo de mulheres com as mesmas convicções políticas sociais e partidárias que o partido apresenta além do desenvolvimento de um trabalho de fortalecimento e incentivo em prol de mais mulheres na política, porque lugar de mulher é em todo lugar. Tendo como vice-presidente Durvalina Groppa, pessoa íntegra, aposentada como executiva empresarial pela Tecumseh do Brasil onde trabalhou por 30 anos e muito conhecedora de questões políticas. 

SCDN - Além da questão da inserção das mulheres na direção do partido, que outros temas são discutidos com a executiva do diretório municipal? 

Cidinha Rabello - Ao que se refere às discussões dentro do diretório executivo municipal, juntamente com o apoio do Presidente do PTB São Carlos-SP, Márcio Cinti, busca-se a valorização da mulher e preservação da sua dignidade para qual estamos desenvolvendo projetos sociais e políticos. Como estou assumindo recentemente a diretoria do PTB Mulher, estamos em processo de alinhamento de todos os projetos do âmbito eleitoral unindo o PTB com o PTB Mulher até porque fomos surpreendidos por um vírus que nos obrigou a manter um distanciamento, retardando o desenvolvimento das atividades políticas. 

SCDN - De que forma as mulheres podem participar mais efetivamente do PTB e da vida política nacional e municipal? 

Cidinha Rabello - As mulheres, ao meu ver, podem participar efetivamente em todos os âmbitos que elas se permitirem. No geral, nós mulheres somos muito atuantes, desde administração da casa, educação dos filhos desenvolvendo muitas vezes a função de pai e mãe e ainda sendo profissionais exemplares. Portanto, tenho certeza que com um boa equipe de mulheres competentes e com tino político obteremos ótimos resultados. Mulheres são perseverantes e persistentes, por isso podem e devem participar da vida política nacional e municipal, trazendo todo o seu conhecimento, sua garra e determinação. 

SCDN - Quais são as lideranças femininas que o PTB filiou em São Carlos? Poderia citar alguns nomes? 

Cidinha Rabello - Sim, entre as mulheres filiadas temos em destaque algumas lideranças como: Daia Rossi, Dani Favoretto, Dre Castro, Dra. Denise Szakal, Marlene Ferreira, Claudete do Embaré, Dorcas Milare, Dulce Gonçalves, Missionária Rutinha, Maria Franco, Nadia Kabbach, Julia Iriyama, Izildinha Montanheiro, Zaza Marcomini, Joice Lotérica, temos mais mulheres, no entanto a lista é grande. 

SCDN – O PTB possui hoje dois vereadores na Câmara Municipal de São Carlos. O presidente do diretório da sigla, Márcio Cinti, vem apostando forte no quadro de candidatos para essa eleição. A senhora acredita que é possível aumentar essa bancada e ter uma representante feminina entre os representantes do Legislativo? 

Cidinha Rabello - Pensando que atualmente na Câmara Municipal de Vereadores de São Carlos-SP, temos uma representatividade feminina abaixo da expectativa, nosso objetivo sim é trabalhar para termos uma mulher na liderança, não apenas uma pois não queremos ser prepotentes (risos), por isso fomos muito seletivos no âmbito da construção desse grupo de mulheres para compor o PTB Mulher. Vale ressaltar que vem sendo cogitado o nome do Empresário Italinho Cardinalli a pré-candidato a prefeito ou vice. E também vem sendo sondada por outros pré-candidatos a prefeito o nome da Dra. Denise Szakal (Delegada da Delegacia dos Direitos da Mulher de São Carlos-SP) para vice-prefeita onde atualmente ela faz parte do PTB Mulher, fortalecendo a sigla. 

SCDN - Nessa época de pandemia qual mensagem que a senhora deixa para a população são-carlense? 

Cidinha Rabello - Estamos vivendo atualmente um período muito difícil. Deixo, então, a seguinte mensagem: Temos que tomar muito cuidado, mudar certos hábitos e preservar o grupo de risco. Resguardes são necessários nesse momento até que as pesquisas cheguem a uma definição sobre o comportamento desse vírus para uma atuação mais difundida da medicina, até que isso não aconteça devemos obedecer as normas restritivas da OMS e do Ministério da Saúde, sendo assim cuidar-se e preserva-se. Tudo vai passar.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://saocarlosdiaenoite.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp