02/10/2019 às 11h17min - Atualizada em 02/10/2019 às 11h17min

Metalúrgicos de São Carlos lutarão por aumento real

De acordo com o Sindicato, esta campanha salarial tem sido uma das mais difíceis, comparada aos últimos anos, devido ao cenário de retirada de direitos que assola a classe trabalhadora. Movimento

Os Metalúrgicos de São Carlos rejeitaram em assembleia realizada no domingo (29/09), no Clube de Campo dos Metalúrgicos, a proposta apresentada pelos patrões, que limita o reajuste salarial apenas pela inflação, referente à data-base 2019. Os trabalhadores buscam a reposição da inflação e aumento real. 

De acordo com o Sindicato, esta campanha salarial tem sido uma das mais difíceis, comparada aos últimos anos, devido ao cenário de retirada de direitos que assola a classe trabalhadora. 

Nas rodadas de negociações que acontecem entre FEM-CUT/SP (Federação dos Sindicatos de Metalúrgicos da CUT/SP) e as bancadas patronais que são realizadas em São Paulo, e divididas por grupos, o Grupo 2 (Máquinas e Eletrônicos)  apresentou  a proposta de 3,28% de reajuste, ou seja, somente a  inflação. Na base dos Metalúrgicos de São Carlos fazem parte do Grupo 2 as empresas Tecumseh e Electrolux, entre outras . 

Já o Grupo 3 (Autopeças),  também apresentou  proposta de reajuste apenas pela inflação 3,28% e com o agravante de redução do piso salarial, ou seja, redução que  favorece  demissões  e rotatividade. 

Para os metalúrgicos, o reajuste apenas pelo índice é insuficiente para a  categoria. “Se não tiver proposta de aumento real e garantia das cláusulas sociais, os patrões serão surpreendidos com mobilização e paralisações. Conforme decidido em assembleia, o Sindicato vai esperar duas semanas, dando o prazo para os patrões acatarem o reajuste salarial, reafirmando a disposição de luta dos trabalhadores pelo aumento real. Desta forma, vamos intensificar a mobilização em toda a base, pois somente unidos chegaremos ao final de uma data-base com avanços e manutenção de direitos”, ressaltou o presidente do Sindicato, Erick Silva. 

Trabalhadores aprovam aviso de greve

Na mesma assembleia, os trabalhadores aprovaram por unanimidade o encaminhamento do Aviso de Greve aos setores patronais. A data-base metalúrgica é 1º de setembro.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://saocarlosdiaenoite.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp