22/07/2019 às 12h56min - Atualizada em 22/07/2019 às 12h56min

Estudo aponta São Carlos entre as 60 melhores cidades para se fazer negócios

Os eixos de destaque da cidade são: capital humano e desenvolvimento econômico Crescimento

Um estudo realizado pela empresa Urban Systems apontou que São Carlos entre as 60 melhores cidades do Brasil para se fazer negócios. Os dados são referentes a 2018 e na comparação com 2017.

O estudo foca em regiões do país com maior oportunidade de crescimento, avalia as cidades mais atrativas para o desenvolvimento de negócios, considerando condições e infraestrutura disponíveis. Apresenta também quatro recortes do tema, focando nas melhores cidades em relação ao desenvolvimento econômico, capital humano, desenvolvimento social e infraestrutura.

O Ranking das Melhores Cidades para Fazer Negócios é calculado através da metodologia de análise estatística chamada: IQM, que é o Índice de Qualidade Mercadológica, servindo como parâmetro para a qualificação de um determinado mercado, sintetizando variedade de informações populacionais, comerciais, urbanísticas, econômicas e infraestruturais. A primeira colocada é Vitória, no Espírito Santo.

Os eixos de destaque da cidade são: capital humano e desenvolvimento econômico. Dentre os indicadores da cidade, destacam-se os docentes do Ensino Médio com Ensino Superior: 98,3%, matrículas no Ensino Superior por População Economicamente Ativa (PEA): 187 / mil habitantes, trabalhadores formais com ensino superior: 35% e população economicamente ativa: 73%. São Caetano do Sul (SP) figura na segunda colocação.

Desenvolvimento

No quesito desenvolvimento econômico, São Carlos ocupou a 29ª posição. Em 2017, não houve a medição. A primeira colocada foi Barueri (SP). A cidade conta com diversidade econômica, com importância em setores de serviço, educação, logística e industrial.

No item Capital Humano, São Carlos subiu oito posições na comparação entre 2017 e 2018. Hoje está da 31ª colocação. Vitória (ES) ficou em 1º lugar. O destaque ficou para o crescimento dos empregos formais com ensino superior: 4,4% e a renda média dos trabalhadores formais em R$ 3,8 mil.

Em Desenvolvimento Social, subiu oito posições. Ocupa o 14º lugar. São Caetano do Sul (SP) se destacou nesse aspecto, ocupando 1º posto. A cidade conta com um dos maiores IDHM (Índice de Desenvolvimento Humano Municipal) do país e com um dos mais baixos índices de população extremamente pobre (inferior a 0,1%).

Acerca da Infraestrutura, São Carlos caiu quatro posições. Está na 96ª colocação. São Paulo (SP) está na primeira colocação.

 

 

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://saocarlosdiaenoite.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp