07/03/2019 às 09h23min - Atualizada em 07/03/2019 às 09h23min

Lavrador acusado de matar vizinho com tiro de espingarda se entrega

Ele também responderá por tentativa de homicídio contra o filho da vítima de 11 anos Área Rural

Reprodução

O lavrador de 21 anos acusado de matar o vizinho de 33 com um tiro de espingarda, em fevereiro do ano passado, se entregou na tarde desta quarta-feira (6) à Polícia Civil de São Carlos (SP). Ele teve a prisão preventiva decretada pela Justiça em janeiro.

Gilvan Torres de Oliveira Filho vai responder pelo assassinato do caseiro Almir José Dias e também por tentar matar o filho dele, de 11 anos. A defesa vai entrar com pedido de habeas corpus alegando legítima defesa e nega a tentativa de homicídio contra a criança.

Prisão preventiva

Após a conclusão do inquérito, a promotoria pediu a prisão preventiva, que foi acatada pela Justiça. Oliveira Filho se apresentou com a advogada Luzia Helena Sanches no 3º DP e alegou que estava sendo ameaçado por familiares da vítima.

A advogada disse que ele ainda não tinha se entregado por conta dos tramites processuais e do recesso do judiciário. "Assim que tive acesso ao processo e vi que estava decretada a prisão, eu avisei o Gilvan e entrei em contato com o delegado para fazer a entrega dele", afirmou.

Ele foi levado em seguida para o Centro de Triagem e depois vai para uma penitenciária na região até ser julgado.

O crime

O homicídio aconteceu no condomínio de chácaras conhecido como Morada dos Cedros, na região do Centro de Manutenção da Latam, no dia 12 de fevereiro de 2018. Dias morava com a mulher e dois filhos em um sítio onde trabalhava há dois meses.

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://saocarlosdiaenoite.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp