25/02/2019 às 09h11min - Atualizada em 25/02/2019 às 09h11min

Moradores decidem pela volta da cobrança na represa do Broa

Um estudo vai definir a tarifa para outros veículos, como ônibus e caminhões Audiência Pública

Divulgação

Neste sábado (23) foi realizada a audiência pública nas dependências da Associação de Moradores e Proprietários de Imóveis no Broa (APIB), evolvendo a associação – presidida pelo empresário Italinho Cardinali, o prefeito José Maria Candido – seus Secretários e Assessores, Vereadores e demais Assessores e, na grande maioria, os moradores e proprietários de imóveis, decidiram pela volta da cobrança na portaria, agora como taxa de conservação ambiental. De cerca de 100 pessoas presentes, apenas 4 foram contrárias, relembrando que a portaria está aberta, ou seja, sem cobrança, desde abril do ano passado.

Após várias sugestões, argumentações e simulações sobre as formas de se realizar a cobrança, a reunião foi finalizada com a missão do prefeito e sua equipe técnica e jurídica elaborarem um estudo a ser enviado à Câmara, a qual, por sua vez, analisará, retornará ao Executivo Municipal com as considerações, para que uma lei efetiva seja estruturada e percorra os trâmites legais. “Precisamos avaliar os diversos aspectos, para que essa nova lei beneficie os moradores, proprietários de imóveis, comerciantes e promova um turismo sustentável, com geração de emprego e renda, sem danificar o meio ambiente”, considerou o prefeito de Itirapina, José Maria Candido.

A represa do Broa hoje é uma das maiores de água doce do Estado de São Paulo, com suas águas classificadas como excelente para banho e recreação (lazer), de acordo com a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (CETESB).


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://saocarlosdiaenoite.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp