26/10/2016 às 22h24min - Atualizada em 26/10/2016 às 22h24min

Comissão de Transição esclarece dívida com Santa Casa e situação entre Prefeitura e Hospital Escola

No início da reunião, ex-prefeito João Otávio Dagnone de Melo, o advogado Luis Luppi e o vereador Antonio Carlos Catharino demonstraram a preocupação em relação ao atendimento no Hospital Universitário (antigo Hospital Escola). Saúde

A saúde foi o tema da segunda reunião realizada pela Comissão de Transição que aconteceu na manhã desta quarta-feira (26/10), no Paço Municipal. Além dos integrantes da equipe, quatro funcionários da Secretaria de Saúde participaram do encontro.

No início da reunião, ex-prefeito João Otávio Dagnone de Melo, o advogado Luis Luppi e o vereador Antonio Carlos Catharino demonstraram a preocupação em relação ao atendimento no Hospital Universitário (antigo Hospital Escola).  

O Diretor do Departamento de Regulação, Controle e Avaliação da Secretaria Municipal de Saúde, Wander Boneli, explicou que com a federalização do Hospital Escola quem assumiu a administração do HE foi a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) e hoje, a Empresa tem problema com a contratação de médicos.

Afirmou que atualmente, a Prefeitura destina a verba de R$ 700 mil, que vem do Ministério da Saúde para ser usada nos procedimentos realizados no Hospital Universitário, para a FAI (Fundação de Apoio Institucional da UFSCar), mas que alguns procedimentos ambulatoriais não estão sendo realizados. “Mesmo com o recurso sendo repassado, alguns serviços não estão sendo feitos. Se o problema não for resolvido em curto prazo, nós vamos retirar esse recurso do Hospital e comprar os serviços, no caso exames, em outro lugar. A população não pode ficar sem os atendimentos que estão contratados”, disse Wander. 

Sobre a dívida com a Santa Casa, Wander Boneli explicou que a Secretaria de Saúde não reconhece o valor da dívida de R$ 9 milhões. Ele contou que a Santa Casa está apresentando uma conta de um extra teto do ano de 2015. Mas esse pagamento só passou a fazer parte do contrato de prestação de serviço a partir de janeiro de 2016. “Eu já tentei explicar para a Santa Casa que uma vez que eu paguei o teto da competência junho, eu não posso pagar agora uma fatura retroativa. O pagamento já foi feito lá traz,” afirmou Wander. Além disso, existe uma ação na justiça sobre o pagamento de plantões, mas é preciso o fim do processo, para que a Prefeitura faça o acerto. Na sexta-feira (28), tem uma reunião entre Santa Casa e Prefeitura para esclarecer os débitos.

Outro requerimento foi encaminhado à equipe de transição da Prefeitura. Entre os dados estão: a investigação do furto no almoxarifado da Secretaria de Educação, o planejamento de atribuição de aulas para o ano letivo de 2017, às compras de materiais escolares, uniformes, cama, mesa e banho, higiene para o inicio do ano letivo, os conselhos municipais e as composições atuais, os Termos de Ajuste de Conduta (TACs) assinados nos últimos anos, o contrato de administração do Terminal Rodoviário de São Carlos, dentre outras.

No final da reunião, o advogado Luis Luppi disse que a reunião foi muito boa e que a preocupação de todos é com a saúde financeira do município. “Há um reconhecimento que a situação da Prefeitura é muito difícil. Que as finanças estão em má situação.”

O vereador Roselei Françoso disse que as informações que estão sendo passadas são muito seguras e autenticas. “Os técnicos não tem tido nenhum tipo de receio, não estão ocultando nenhum fato, as coisas estão sendo muito abertas. Todas as questões que estão sendo solicitadas pela equipe da nova gestão estão sendo respondidas. Assim, será possível a nova administração pensar no planejamento do início da gestão”.

Segundo José Carlos Arthur, membro da Comissão de Transição pela atual administração disse que na próxima reunião vários relatórios já serão entregues. “Na próxima segunda-feira já vamos repassar ao ex-prefeito João Otávio Dagnone de Melo e ao advogado Luis Luppi as respostas de requerimentos já encaminhados. Toda a equipe técnica está trabalhando neste sentido”, afirma o assessor especial de Gabinete.

A próxima reunião acontecerá na segunda-feira (31). A comissão do prefeito eleito, Airton Garcia solicitou a participação de representantes da educação.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://saocarlosdiaenoite.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp