24/10/2016 às 10h51min - Atualizada em 24/10/2016 às 10h51min

Restaurando Vidas vence e lidera; Primeira Batista é a primeira rebaixada

A fase de grupos da Copa Evangélica de futsal começa a tomar ares de definição na Série A Copa Evangélica

Gustavo Curvelo

A fase de grupos da Copa Evangélica de futsal começa a tomar ares de definição na Série A. Neste sábado (22), quatro partidas da primeira divisão, somado a um jogo do segundo módulo, movimentaram o Ginásio Aristeu Favoretto, bairro Redenção. No Grupo 2 da divisão de elite, foram conhecidos novo líder e o primeiro rebaixado.

A referida chave, na conclusão de sua quinta e abertura de sexta rodada, premiou a Restaurando Vidas com o primeiro lugar. Até então na terceira posição, o time bateu a Presbiteriana Pacaembu por 5 a 4 e chegou aos 12 pontos, ultrapassando Geração de Cristo e Quadrangular São José, com dez unidades cada.

Incisivo, o time campeão da primeira edição do torneio, em 2013, demonstrou equilíbrio no desempenho desde o início, marcando com Géferson e Pedro no primeiro tempo e Sairon (2) e Ricardo na etapa complementar. A Presbiteriana Pacaembu anotou, ao longo do duelo, com Daniel Oliveira (2), Dhener e Daniel Souza, permanecendo com três pontos e na sétima colocação, abrindo a zona de rebaixamento.

Em oitavo e último lugar, a Primeira Batista decretou seu destino. Precisando da vitória de qualquer maneira para levar à sua última apresentação possibilidades matemáticas de se safar do descenso, a equipe, com um ponto negativo, não foi párea para a Maranata, sendo derrotada por 11 a 2.

Jeferson, com sete gols, foi o artilheiro da partida. Victor Moura (3) e Wanderson ainda marcaram pelos vencedores, que chegaram aos oito pontos, à quinta colocação e encurtaram para um ponto a distância da Quem Procura Acha, última integrante do G4. A Primeira Batista descontou com Pedro Ivo, em duas oportunidades.

No Grupo 1, a possibilidade de rebaixamento também continua preocupando a Presbiteriana Renovada. Com três pontos e em sexto lugar, a um ponto da Nova Vida, que em sétimo, seria a última descendente, o time foi batido pela líder Missão Atos, por 5 a 1, mantendo-se em perigo para as rodadas finais da competição.

Ainda com 100% de aproveitamento e agora com 18 pontos ganhos, a Missão Atos abriu o placar no primeiro tempo com Gabriel Aguiar, tendo ainda o camisa 11 deixando sua marca por mais duas vezes antes do intervalo. Na volta, Willian Morais e Eric sacramentaram a vitória. A Presbiteriana Renovada descontou com David.

Na parte de cima, a Metodista ascendeu ao G4 ao bater o Quadrangular Boa Vista, por 5 a 2, e atingir a marca de oito pontos, na terceira posição, graças aos gols de Jhoni (2), João, Willian José e Hiago. A adversária marcou com Jancen e Diego e caiu para a quarta posição, com sete unidades, mesmo número da Sara Nossa Terra A, que aparece logo atrás.

ESPERANÇA DIZIMADA
Pela Série B, a Sara Nossa Terra B afundou de vez as esperanças de classificação contra a Brasil para Cristo. Necessitando da vitória para poder continuar sonhando com o acesso à primeira divisão, o time até apresentou resistência, mas foi derrotado por 6 a 3.

Harisson, com três gols, contou com a ajuda de Yuri, Danilo e Willian para construir a quarta vitória da Brasil para Cristo, 12 pontos, reassumindo a liderança. A Sara Nossa Terra B, indo às redes com Luís Palma em três ocasiões, ainda não pontuou e segue na sétima posição.

Domingo -

Universal e Adventista da Vila Prado continuam imbatíveis na Série B da Copa Evangélica de futsal. Neste domingo (23), as equipes foram à quadra do Ginásio Aristeu Favoretto, bairro Redenção, e prolongaram sua hegemonia nas duas chaves com belas vitórias, garantindo a classificação à segunda fase. Também na briga, Conviver A e Semear triunfaram.

Ao todo, foram duas partidas pelo Grupo 1. Na primeira delas, a Conviver A demonstrou competência para vencer a Igreja da Graça, por 6 a 4, e permanecer com boas chances rumo ao acesso, chegando aos quatro pontos e subindo para o quinto lugar.

No primeiro tempo, a Igreja da Graça foi melhor e abriu vantagem com Deivid (2) e Luciano. Renan Nogueira (2) descontou. Depois, a Conviver A impôs seu ritmo de jogo e virou o placar com Anderson (2), Antônio e Edu. A Igreja da Graça ainda reduziu com Deivid, insuficiente para pontuar no duelo, permanecendo com seis pontos ganhos e na segunda colocação.

Na partida seguinte, a Universal teve dificuldades, mas bateu o Ministério Celular da Aliança com grande atuação de Valdemir, que marcou seis vezes. Pelos ganhadores, Fernando (3) e Willian ainda marcaram, ao passo que Pedro (3), Oséias, Willians, Augusto e Tiago fizeram para o Ministério Celular da Aliança.

Com o resultado, a Universal chegou aos 13 pontos ganhos, manteve-se invicta e soma quatro vitórias e um empate. Além disso, tendo em vista que o Quadrangular Tangará, terceiro colocado, não pode mais alcançar a equipe, ao menos o segundo lugar também fora garantido ao término da primeira fase, podendo a Universal jogar por um empate, no estágio seguinte do torneio, para consumar o acesso. O Ministério Celular da Aliança, com dois pontos, ocupa o sétimo posto.

CINCO JOGOS, CINCO VITÓRIAS

Em situação similar, a Adventista da Vila Prado também carimbou o passaporte para a próxima fase. Contra a Pentecostal da Bíblia B, os comandados de Gabriel Vieira contaram com bom poderio ofensivo para, por meio de André Dias (3), Bruno Henrique (3), Marcelo (2), Samuel (2) e Diego, vencer por 11 a 2 – Everton e Gustavo Lopes reduziram –, chegando aos 15 pontos, retrospecto de cinco jogos e cinco vitórias, reassumindo a liderança do Grupo 2.

Assim, o time não só avançou, como também levou consigo a Brasil para Cristo, 12 pontos, para a próxima fase. A Pentecostal da Bíblia B, com três unidades, aparece na quinta posição, ainda com chance de acesso.

No outro jogo, quem se deu bem foi a Semear. Diante da Conviver B, os auri-negros contaram com tentos de Elton, Guilherme Mezzotero e Pedro, enquanto Tiago descontou, para assumir a terceira posição, com nove pontos ganhos, dando continuidade na busca pela classificação. A Conviver B, com três unidades, desponta em sexto lugar.

 

No sábado (29), a bola volta a rolar no mesmo Ginásio da Redenção, em compromissos válidos pela Série A do torneio. Às 13h, Presbiteriana Pacaembu e Pentecostal da Bíblia A fazem confronto decisivo contra o rebaixamento. A preocupação é a mesma da Nova Vida, que encara o Quadrangular Boa Vista às 13h45. Da mesma forma, Presbiteriana Renovada e Vida Abundante medem forças às 14h30. Na parte de cima, Restaurando Vidas e Quadrangular São José duelam às 15h15, enquanto Sara Nossa Terra A e Metodista atuam às 16h.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://saocarlosdiaenoite.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp