19/08/2016 às 17h34min - Atualizada em 19/08/2016 às 17h34min

Ministério da Saúde aprova a implantação do Naqh pela Santa Casa de São Carlos

NIR O Núcleo de Acesso e Qualidade Hospitalar regula por exemplo, o serviço de Alta Responsável, mecanismo que o acompanhamento do paciente após ser liberado do hospital

O NIR (Núcleo Interno de Regulação) da Santa Casa de São Carlos realizou na manhã desta quinta-feira, 18, reunião do Naqh (Núcleo de Acesso e Qualidade Hospitalar) para apresentar a estruturação do setor ao representante do Ministério da Saúde, Danilo Carvalho Oliveira, que atua como apoiador da Rede de Urgência e Emergência no Estado de São Paulo.

O grupo que forma o Naqh reúne equipes da Secretaria Municipal de Saúde, Diretoria Regional de Saúde (DRS); que representa a Secretaria Estadual de Saúde; como também equipes da Santa Casa, representadas pelas gerencias de Enfermagem e Hospitalar, Centro Integrado de Humanização e a Internação.

Oliveira referendou o trabalho realizado pela equipe multiprofissional classificando a estruturação, como modelo a ser apresentado à Secretaria Estadual de Saúde. “O trabalho está no caminho certo. E, se mantiverem esse rumo, o percurso de estruturação do Naqh terá êxito. Conceitualmente vocês estão evoluindo bem”.

O encontro teve o objetivo de apresentar a estrutura de implantação do Naqh que regula por exemplo, a Alta Responsável, mecanismo que garante junto a rede básica de saúde das cidades de São Carlos, Ibaté, Dourado, Descalvado, Ribeirão Bonito e Porto Ferreira o acompanhamento do paciente após ser liberado da Santa Casa.

“A proposta é o aprimoramento da manutenção do cuidado ao paciente, principalmente os que têm doenças crônicas, após as intervenções ocorridas no hospital. Com isso, reduz o retorno do paciente ao hospital com o quadro clínico agravado”, sinalizou o médico coordenador do NIR, Daniel Bonini.

De acordo com a coordenadora do Centro Integrado de Humanização, Juliana Fernandes Tedesco nesse momento, a Alta Responsável é realizada de forma informatizada, sendo encaminhado e-mail com as altas diárias as respectivas unidades básicas de saúde para orientar as redes de saúde dos municípios, qual foi a terapia que cada paciente recebeu na Santa Casa.

Dados do NIR da Santa Casa indicam que das 899 altas mensais, perto de 600 casos ganham encaminhamentos com Alta Responsável para as unidades de saúde das redes municipais. Em média, são 40 altas por dia. Cerca de 60% do fluxo. 

Durante a visita Oliveira conheceu o fluxo de atendimento do Serviço Médico de Urgência (SMU) e da Enfermaria E1º que atende a pacientes do Sistema único de Saúde (SUS).

Nesse momento Oliveira avaliou a classificação de risco do paciente e conferiu o funcionamento da gestão de leito, conhecido como Kanban, ferramenta que monitora o tempo de internação do paciente, quando identificou acertos e pontou itens que merecem aprimoramento.

O representante do Ministério da Saúde reforçou a importância dos setores envolvidos coma a atenção à saúde criarem e executar os protocolos de atendimento para que o tratamento dado a cada paciente possa ser rastreado.

“Assim toda a equipe fala a mesma linguagem, o que reduz significativamente as chances de equívoco nos tratamentos”, finalizou.

A apresentação da estrutura do Naqh ficou a cargo do gerente Hospitalar Eduardo Pramparo que coordenou a reunião a qual contou com os enfermeiros coordenadores dos nove setores da Enfermagem, representante da Internação, da Qualidade como também o médico coordenador da Clínica Médica, Poul Tiossi e mesários representantes da Mesa Administrativa.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://saocarlosdiaenoite.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp