01/06/2016 às 11h54min - Atualizada em 01/06/2016 às 11h54min

Esposa e enteada confessam morte de professor encontrado carbonizado na 215

Estarrecedor As duas foram ouvidas na DIG de São Carlos e contaram detalhes do bárbaro crime

Divulgação PC/Reprodução Facebook

Policiais Civis da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), esclareceram nesta terça-feira (31) a morte do professor Milton Taidi Sonoda, de 39 anos, encontrado queimado dentro de seu carro em uma área as margens da SP-215 em São Carlos. A esposa e a enteada do professor confessaram a autoria do bárbaro crime por motivos financeiros, foi o que informou o delegado Gilberto de Aquino.

Em depoimento, a viúva, uma advogada de 36 anos, negou o crime e disse que ajudou apenas a ocultar o cadáver. A filha dela, de 17, assumiu que matou o padrasto com três facadas em casa, enquanto o irmão de 5 anos assistia à TV no quarto. Ambas não demonstraram arrependimento em nenhum momento.

O delegado informou que não fará a reconstituição do crime porque as provas deixam claro o envolvimento de ambas. A mãe, está presa temporariamente por 30 dias e deverá ser indiciada por homicídio duplamente qualificado combinado com corrupção de menores e ocultação de cadáver.

Já a filha, detida por 45 dias, responde por ato infracional pelos mesmos crimes e, se condenada, ficará na Fundação Casa no máximo até os 21 anos.

Milton Taidi Sonoda, lecionava na Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM), em Uberaba (MG) e foi assassinado no dia 18 do mês passado, por volta das 10h30.  Aquino relatou que o professor foi dopado pela enteada, pois estava meio desacordado no momento em que foi golpeado três vezes na altura da barriga. Ele caiu no chão da sala e agonizou por dez minutos até morrer.

Após o homicídio, o delegado disse que as duas acusadas doparam o filho do casal de cinco anos para que ele dormisse enquanto elas escondiam o corpo. Mãe e filha saíram para comprar uma pá e sacos plásticos onde embalaram o corpo de Milto, depois o levaram em seu próprio carro até o km 148 da Rodovia Luís Augusto de Oliveira (SP-215), local onde o automóvel foi encontrado pelo Corpo de Bombeiros à noite, em chamas.

De acordo com o delegado, a adolescente relatou que a pá comprada serviu para ela abrir uma cova no local em que o veículo estava. Quando foram retirar o corpo do carro, entretanto, saiu muito sangue e o veículo ficou manchado e por isso resolveram colocar fogo no veículo.

A investigação da DIG concluiu que mãe e filha planejavam a morte do professor há três meses, pois ele tinha uma certa quantia em dinheiro que investia na reforma de uma casa em Uberaba, onde a família passaria a morar.

O delegado informou ainda que mãe e filha tentaram antes de matá-lo a facadas, envenenar o professor, elas também tentaram contratar um homem para matá-lo, porém essa pessoa procurada não aceitou a proposta.

Aquino relatou ainda que no dia do crime tanto a esposa como a enteada foram evasivas nas respostas quando questionadas. "Quando fui na casa e falei do carro queimado, a menina consolou a mãe de uma forma duvidosa. Eu nem tinha falado que havia encontrado um corpo dentro do carro. Então aquilo já levantou uma grande suspeita em cima da menina", afirmou Aquino."Elas não demonstraram nenhum tipo de sentimento, nem arrependimento, nem mesmo no depoimento. A menina é totalmente fria, não expressa nenhum tipo de sentimento em relação ao padrasto", completou.

Redes Sociais – O esclarecimento do caso, deixou muita gente revoltada. Amigos do professor se manifestaram na rede social. O que chamou atenção na rede também foi algumas postagens que a esposa fez na página pessoa do professor, no dia do crime. Ela lamentava a morte do marido.

“Difícil pensar na minha vida sem você. .. Uma pessoa generosa, humilde e muito paciente. Amava sua profissão e foi um filho, irmão, pai e marido exemplar. Tinha o dom da paciência. Sempre muito disposto. Nunca esquecerei seus ensinamentos e as vezes que me disse "calma amor, vamos resolver isso da melhor forma possível mas antes você precisa ficar calma".Para você, estudo sempre veio em primeiro lugar e aqueles sonhos e planos que fez para o Mateus, prometo que farei de tudo para seguir à risca o que planejou.Meu companheiro, amigo, marido,confidente ... Eu te amarei eternamente .... Será difícil continuar essa caminhada sem você. Me ajude a tomar as decisões corretas de onde estiver. .. Te amo, muito”, escreveu ela no dia 20 de maio. 

Notícia Relacionada - 

Polícia encontra corpo em carro em chamas na SP-215 

Corpo carbonizado em carro é identificado pela família 



Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://saocarlosdiaenoite.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp