01/12/2015 às 22h40min - Atualizada em 01/12/2015 às 22h40min

Movimentos sociais querem discutir projeto de reestruturação administrativa da prefeitura

Assessoria de Imprensa CMSC / Thiago Jacot

Durante a sessão plenária desta terça-feira (1º), no expediente da Tribuna Livre, a Câmara teve o pronunciamento de Cândida Maria dos Santos, presidente do Conselho Municipal de Economia Solidária, que demonstrou preocupação quanto ao projeto de reestruturação administrativa da Prefeitura de São Carlos e pediu o apoio dos vereadores para que haja maior discussão do tema a fim de evitar prejuízos às políticas públicas.

Representando diversos movimentos sociais (feminista, negro, LGBT, da juventude, de economia solidária, dos trabalhadores, da saúde e da educação), Cândida lamentou a falta de consulta aos movimentos para a elaboração do projeto de lei que trata da reforma administrativa da Prefeitura. "Os movimentos se reuniram para discutir a reforma administrativa e observamos que não há nenhuma menção à divisão de políticas para as mulheres, igualdade racial, idosos, diversidade sexual, proteção social básica, proteção social especial, infância e juventude e economia solidária. Não há clareza no projeto, não conseguimos visualizar políticas públicas nessas áreas e acreditamos que esteja havendo um processo de desmonte das políticas sociais no município", declarou.

Lucão Fernandes (PMDB), presidente do Legislativo, comunicou que irá agendar a realização de audiência pública para tratar do tema. "Esse assunto é importantíssimo, não só para o funcionalismo, mas principalmente para toda a população. Vamos realizar audiência pública para debater com Ministério Público, sindicato, entidades envolvidas e a população", complementou Lucão.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://saocarlosdiaenoite.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp