23/10/2015 às 18h07min - Atualizada em 23/10/2015 às 18h07min

Câncer de tireoide atinge mais as mulheres

Com 10 mil novos casos por ano, o câncer de tireoide é o 5º mais comum nas mulheres brasileiras e sua causa pode ser falta de precaução até no consultório do dentista

Outubro é o mês de alerta sobre o Câncer de Mama, mas existe outro tipo que ataca principalmente as mulheres: o de tireoide . Considerado o mais comum na região da cabeça e pescoço, acomete principalmente, as mulheres.

No Brasil, correspondeu a 1,3% de todos os casos de câncer registrados no Instituto Nacional do Câncer - INCa de 1994 a 1998 e a 6,4% de todos os cânceres da cabeça e pescoço.

Ninguém sabe ao certo por que, mas a incidência do câncer de tireoide vem crescendo. No Brasil é o quinto mais comum na população feminina (exceto os tumores de pele não melanoma) e são estimados cerca de 8 mil novos casos só em 2014.

No AC Camargo atualmente são atendidos em média 350 novos pacientes com esta doença por ano, número 10 vezes maior que em 1990.  Devido à rotina dos exames de função da tireoide e ultrassom tem-se descoberto a doença cada vez mais cedo, quando os nódulos ainda estão assintomáticos; 80% a 90% dos casos são diagnosticados precocemente e os índices de cura são próximos a 100% nestes casos.

O que é a tireoide?
A tireoide é uma das glândulas mais importantes do nosso corpo. É ela que regula a produção de hormônios que interferem no funcionamento de vários órgãos do corpo humano, como o coração, os rins, intestino e, no caso das mulheres, regula o ciclo menstrual. Ela tem apenas 25 gramas e fica no pescoço, entre a laringe e a faringe. Constituída por dois lobos, o esquerdo e o direito, ligados por um istmo. Juntos, eles assumem o formato de uma borboleta de asas abertas, de um escudo ou da letra H.

Ela é responsável por produzir dois hormônios que participam do controle da velocidade do metabolismo e influenciam o desenvolvimento do corpo e a atividade do sistema nervoso. Hormônios tireoidianos demais tornam a pessoa hiperativa, nervosa, com fome e faz com que perca peso. Hormônio de menos faz com que a pessoa fique mais lenta, se sinta cansada e tenha aumento de peso.

FATORES DE RISCO

Segundo o cirurgião de cabeça e pescoço Dorival de Carlucci, do Hospital São Luiz, em São Paulo, o fator de risco mais conhecido é a exposição à radiação. "Por exemplo, com o acidente nuclear de Fukushima,no Japão, a incidência deste câncer aumentou bastante, assim como aconteceu em Chernobyl e em Goiânia, no acidente radiológico", afirma.

Outros fatores de risco são radiação na região do pescoço para tratamento de doenças anteriores, ou à que são submetidos certos profissionais no exercício de suas funções; algumas síndromes genéticas e história da doença ou de bócio na família.

Pessoas que trabalham com radiação ou pacientes que realizam exames que envolvam substâncias radioativas também devem estar atentas, bem como quando for se submeter à radiografia odontológica ou mamografia.

Quem confirma essa informação é o Dr. Dráuzio Varela que em um programa de TV, mostrou o porquê do câncer da tireoide estar se expandindo rapidamente entre as mulheres. Ele afirmou que possivelmente possa ser um resultado das radiografias dentárias e das mamografias. No avental que protege os radiologistas odontológicos, há uma pequena aba que pode ser levantada e encostada ao pescoço (cobrindo a glândula tireoide). Normalmente não é usada. Há também um protetor de Tireoide para uso durante as mamografias, mas quase nunca é colocado, a não que a paciente peça para usá-lo.

No dentista

O cirurgião dentista Antônio de Almeida Silva Neto, faz do uso da aba uma rotina em sua clínica Lindo Sorriso, em São Carlos. Ele explica que hoje os aventais já vêm com a aba costurada para que seja automático o uso do protetor. "Mas antes era uma parte independente e sempre nos preocupamos em cuidar da segurança de nossos pacientes. Sabemos do risco que oferece à tireoide, por isso nunca deixamos de usar esta parte tão importante do equipamento para fazer radiografia".

Almeida Neto alerta para que todas as pessoas quando precisarem fazer radiografia, em clínica odontológica, que preste atenção se existe a proteção adequada cobrindo seu pescoço durante o exame. "Pela posição em que se encontra na cadeira nem sempre o paciente conseguir ver, mas é possível sentir", finaliza o cirurgião dentista.

TIPOS DE TUMOR

Há três tipos de carcinomas: os bem diferenciados (papilífero e folicular), os moderadamente diferenciados (medular) e os indiferenciados (anaplásico).
O carcinoma papilífero, é o mais comum e menos agressivo - corresponde a cerca de 80-85% dos casos de câncer de tireoide. De evolução lenta, na maioria das vezes, é diagnosticado num exame de rotina e reage bem ao tratamento. Quando ocorrem metástases, os gânglios linfáticos costumam ser os inicialmente afetados.

O segundo tipo mais frequente é o carcinoma folicular também é pouco agressivo e corresponde a cerca de 15% dos casos. Costuma manifestar-se depois dos 35 anos e oferece risco maior de recidivas e metástases. Nos casos mais avançados, pulmões e ossos são os órgãos em que primeiro se disseminam as células tumorais.

O carcinoma medular tipo de câncer um pouco mais agressivo, que corresponde a cerca de 3-5% dos casos da doença. Em geral, está relacionado com certas síndromes genéticas e que secreta uma proteína que acarreta a calcificação dos ossos.

O carcinoma anaplásico é de forma bem agressiva e rara que, geralmente, acomete idosos acima dos 70 anos de idade. Corresponde a cerca de 2% dos cânceres de tireoide e costuma ser fatal. De crescimento rápido, em pouco tempo atinge órgãos à distância, como os pulmões, os ossos e o fígado.

SINAIS  e SINTOMAS

Tanto o carcinoma papilífero quanto o folicular costumam ser assintomáticos nas fases iniciais. Quando os sinais aparecem, o mais comum da doença costuma ser o aparecimento de nódulo palpável ou visível na região da tireoide ou do pescoço. Em estágios mais avançados, podem ocorrer também aumento dos gânglios linfáticos e do volume do pescoço, rouquidão, tosse persistente, dificuldade para engolir e sensação de compressão da traqueia.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://saocarlosdiaenoite.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp