23/10/2015 às 08h39min - Atualizada em 23/10/2015 às 08h39min

Vigilância Epidemiológica realiza bloqueio de controle de criadouros do mosquito da Dengue

A Secretaria de Saúde de São Carlos, por meio da Vigilância Epidemiológica, está realizando bloqueio de controle de criadouros do Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue. Os agentes de controle de endemias estão percorrendo as regiões da Vila Conceição e do Parque Primavera, locais onde recentemente foram notificados casos suspeitos da doença.

Desde o início do ano Dengue, que começou no dia 1º de julho de 2015 e vai até 30 de junho de 2016, São Carlos registrou 336 notificações, ou seja, casos suspeitos da doença, sendo que 20 foram confirmados por sorologia (exames laboratoriais), sendo casos 14 autóctones e 6 importados. Estão incluídas nesse total todas as notificações emitidas pelas redes pública, particular e dos convênios de saúde.

A chefe da Vigilância Epidemiológica de São Carlos, Márcia Pallone, ressalta que essas atividades sofrem alterações conforme as notificações de casos suspeitos. "As equipes se deslocam conforme a incidência de casos suspeitos, não esperamos o resultado da sorologia para fazer o bloqueio, fazemos assim que recebemos a notificação".

A Vigilância ressalta, entretanto, que os cuidados com a doença devem ser permanentes. "Combater a dengue é um dever de todos, é importante que os moradores continuem atentos na eliminação dos possíveis criadouros dentro das casas, nos quintais e terrenos. Sem a colaboração do povo não há como diminuir a incidência da doença. O sucesso das ações depende da educação do povo", alerta Márcia Pallone.

A Secretaria Municipal de Saúde orienta para que as pessoas com qualquer sintoma da doença, como febre alta, associada à dor de cabeça, prostração, dores musculares, nas juntas, atrás dos olhos, vermelhidão no corpo e coceira, procurem inicialmente as unidades básicas ou de saúde da família mais próxima da sua residência.

Campanha contra a Dengue – No último mês de setembro a Prefeitura lançou a campanha "Juntos pela Vida. Todos contra a Dengue", que teve início com o desenvolvimento de ações em parceria com a Secretaria Municipal de Educação e a Diretoria Regional de Ensino, envolvendo cerca de 20 mil alunos, além de professores e profissionais das unidades de saúde da família.

Para as atividades desenvolvidas nas Escolas Estaduais, cada aluno recebeu material impresso para levar para casa e um check list, ele deve seguir as orientações e promover as ações propostas em conjunto com a família e depois registrar essas ações nas fichas disponibilizadas, entregando esse material para o professor responsável. A intenção é que esses alunos multipliquem os conhecimentos e se tornem agentes mirim contra a dengue.

Já as escolas de ensino fundamental do município vão participar da "1ª Olimpíada Municipal de São Carlos contra o mosquito Aedes". A competição vai envolver 3.998 alunos, professores e agentes de saúde das unidades de saúde da família cuja escola está inserida no território. Inicialmente foram distribuídos 1.308 kits 'Kikito' (1 kit por grupo de 4 alunos). Os agentes de saúde estão fazendo a divulgação da Olimpíada nos bairros e os professores irão apresentar o conteúdo pedagógico aos alunos em sala de aula, através dos kits educacionais fornecidos.

A Secretaria Municipal de Serviços Públicos também vai iniciar a retirada de materiais inservíveis dos imóveis, limpeza de bueiro e de terrenos baldios em várias regiões da cidade.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://saocarlosdiaenoite.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp