09/10/2015 às 19h21min - Atualizada em 09/10/2015 às 19h21min

Ronaldo Lopes denuncia ao MPT condições precárias de trabalho na Revita e São Carlos Ambiental

O vereador Ronaldo Lopes (PT) protocolou no Ministério Público do Trabalho (MPT) de Araraquara uma ação civil pública cobrando o cumprimento de ações e direitos trabalhistas a empresa São Carlos Ambiental, que gere os serviços de conservação e limpeza pública em São Carlos.

Comprometido com os trabalhadores e trabalhadoras da empresa, Ronaldo pede ao MPT que investigue as condições inadequadas de transporte e trabalho a que estas pessoas estão sendo submetidas.

"Desde quando foi deflagrada a greve pela categoria, no dia 24 de agosto, eu me comprometi em ajudá-los com relação aos problemas que estavam tendo, sejam no salário defasado que estavam recebendo, sejam pelas absurdas condições de transporte e trabalho a que são submetidos", disse o vereador.

"De acordo com várias denúncias que recebi, as pessoas trabalham em condições precárias e sequer têm lugar para fazer suas necessidades fisiológicas. Eles são transportados em um veículo junto com gasolina e ferramentas de trabalho como enxadas, cortadores, foices; um verdadeiro absurdo", relatou Ronaldo Lopes.

Em reunião com Rafael de Araújo Gomes, procurador do Trabalho no MPT, Ronaldo relatou os fatos, protocolou a ação e entregou toda documentação necessária, inclusive o contrato da empresa com o aditamento. O objetivo é que providências legais possam ser tomadas, garantindo assim a integralidade e a dignidade dos trabalhadores e trabalhadoras.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://saocarlosdiaenoite.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp