24/03/2015 às 22h17min - Atualizada em 24/03/2015 às 22h17min

ACISC prestigia posse de Alencar Burti na presidência da Associação Comercial de São Paulo

Representantes da ACISC (Associação Comercial e Industrial de São Carlos) estiveram na Assembleia Legislativa de São Paulo, na manhã de segunda-feira (23), para a posse do empresário Alencar Burti nas presidências da ACSP (Associação Comercial de São Paulo) e da FACESP (Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo).

Compareceram à Sessão Solene José Fernando Domingues (presidente da ACISC), José Eduardo Casemiro (tesoureiro), Mozart Maluf Pedroso (diretor adjunto), Carlos Alberto Caromano e Luiz Fernando de Oliveira Ferreira (membros do Conselho Consultivo), Estevam Luiz Muszkat (assessor jurídico), José Horácio Petrilli (gerente administrativo), além de Gino Torrezan (vice-presidente regional da FACESP).

Alencar Burti recebeu os cargos do empresário Rogério Amato, que presidiu as entidades durante os biênios 2011/2013 e 2013/2015. Durante o evento também houve a posse dos eleitos para os órgãos diretivos das duas entidades.

Na ocasião, Burti destacou a importância da liderança. "Liderar é ouvir, é conviver, é ficar a serviço das pessoas que você lidera. É uma permanente troca de ideias, com determinação e entusiasmo", afirmou.

Em seguida, o novo presidente da ACSP e da FACESP defendeu uma maior integração entre as Associações Comerciais. "Quero integrar as ACs de todo o Estado. Temos que trabalhar por todas. E as grandes devem ajudar as pequenas. Precisa haver integração e abertura e que sejam entendidas as diferenças entre elas. É preciso ensinar aos pequenos, ensinar que é positivo conviver com os grandes, trocar experiências, respeitando as características de cada região", finalizou Alencar Burti.

Rogério Amato, por sua vez, lembrou as conquistas recentes da ACSP e da FACESP. "Temos hoje produtos e serviços variados para atender aos nossos associados. E também atuamos como representantes deles. A nossa razão de existência é ser a voz do empreendedor – principalmente do pequeno. E, para fazer isso, é preciso ter verba. E essa é a beleza do nosso sistema: não recebemos nada de governo; então, geramos nossas receitas através de serviços e produtos voltados para as necessidades dos associados. Essa transformação foi um passo importante", concluiu.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://saocarlosdiaenoite.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp