18/03/2015 às 21h10min - Atualizada em 18/03/2015 às 21h10min

Santa Casa de São Carlos realiza palestra com estratégias para enfrentar a Dengue

“A ideia é apresentar protocolos que norteiem os médicos ao pedir os exames, indicando qual exame pedir e o tempo certo”, diz infectologista

Hever Costa Lima/Divulgação

O Serviço de Controle de Infecção Hospitalar (SCIH) e o Núcleo de Epidemiologia Hospitalar da Santa Casa de São Carlos realizam palestra com o objetivo de abordar as "Estratégias para enfrentamento de epidemia de Dengue". O tema será exposto pela médica infectologista Ana Lúcia Soares, que coordena a SCHI do hospital.

A palestra, que tem como alvo orientar os médicos do Corpo Clínico da Santa Casa, irá abordar as novas classificações que a Organização Mundial da Saúde (OMS) preconizou para a doença desde 2014. O convite é extensivo aos Serviço de Controle de Infecção Hospitalar da UNIMED 24h, Hospital Escola, Casa de Saúde e médicos da Prefeitura.

O evento acontece na quinta-feira, 19, às 20 horas, no Auditório da Santa Casa que fica na Rua Paulino Botelho de Abreu Sampaio, 573 - Vila Pureza.

De acordo com a infectologista, a proposta e rever os fluxos dos pacientes que chegam ao hospital e abordar os sintomas de forma correta. "A ideia é apresentar protocolos que norteiem os médicos ao pedir os exames, indicando qual exame é adequado e no tempo certo, para que possam ser interpretados de forma correta. É preciso que todos estejamos preparados para enfrentar a epidemia", afirmou.

Para a médica, o surto é uma realidade na cidade e região e diante desse fato é importante enfrentar a situação com conhecimento. "Os médicos, principalmente aqueles que estão no contato direto com a população, poderão encontrar na palestra elementos que vão subsidiar na avaliação dos exames, quais são os fatores de risco, quais casos em que os pacientes deverão ser internados e quais podem ser acompanhados com os pacientes sendo tratados nas residências. Mas principalmente, avaliar e identificar riscos", relatou Ana Lúcia.

Outro ponto relevante da palestra, na avaliação da infectologista, é o médico se informar sobre os sintomas da doença, para explicar para as famílias dos pacientes qual o ciclo da dengue e como deve ser o procedimento nos casos que o tratamento for feito em casa.

CLASSIFICAÇÃO - A partir de 2014 o Ministério da Saúde passou a adotar uma nova classificação da dengue. Esta classificação também foi adotada pela Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) em outros países.

De acordo com OMS, não existirá mais a classificação de dengue hemorrágica, dengue com complicações (DCC) e dengue clássica que será substituída por dengue, dengue com sinais de alarme e dengue grave.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://saocarlosdiaenoite.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp