07/09/2014 às 12h16min - Atualizada em 07/09/2014 às 12h16min

Sindspam vai à Brasília atrás de recursos para projetos

O presidente do Sindicato dos Servidores Públicos e Autárquicos Municipais de São Carlos (Sindspam), Adail Alves de Toledo e o diretor financeiro do sindicato, Gilberto Rodrigues Antunes, estiveram na última terça-feira (02) em Brasília. O objetivo da viagem foi participar de duas reuniões, uma na Confederação dos Servidores Públicos do Brasil (CSPB) e a outra no Ministério do Trabalho e Emprego a fim de obter recursos para dois projetos do Sindspam, a publicação de um livro que contará a história do sindicato desde sua fundação até os dias atuais e a construção de um auditório na sede própria da Vila Prado. João Muller, assessor parlamentar do deputado federal Newton Lima (PT), acompanhou os dirigentes do Sindspam nos dois encontros.

Antes das reuniões Adail e Gilberto estiveram no gabinete do deputado Newton Lima, para retribuir a visita que o parlamentar fez no sindicato em janeiro deste ano onde foi solicitada a audiência no Ministério do Trabalho. Em seguida os dirigentes do Sindspam, estiveram na sede da CSPB e foram recebidos pelo presidente, João Domingos. A entidade representa servidores públicos de todo o Brasil. Adail apresentou a Domingos o projeto do livro que irá contar a história do Sindspam desde sua fundação. O presidente da CSPB ficou animado e se dispôs a ajudar financeiramente este projeto cultural com recursos que sairão da Bolsa de Publicações Raimundo Nonato Cruz, destinada ao apoio e incentivo a projetos culturais da entidade nacional. Adail também falou do projeto da implantação do auditório na sede do sindicato o que despertou atenção de Domingos que ficou de estudar uma forma de ajudar nessa empreitada.

Depois os sindicalistas estiveram no Ministério do Trabalho e Emprego, onde se reuniram com o Secretário de Relações do Trabalho (SRT), Manoel Messias Nascimento Melo. O encontro foi para tentar obter junto ao Ministério, alguma linha de crédito financeiro, para a construção do auditório. Melo conheceu o projeto do Sindspam, mas infelizmente disse que não havia no Ministério uma linha de recursos, para esse tipo de projeto. Mesmo assim Adail ficou satisfeito com a reunião, pois tomou conhecimento de outros programas do Governo Federal que são realizados em prol do trabalhador.

"Essa viagem foi bastante proveitosa, pois conseguimos obter recursos para a publicação do livro que contará a história do sindicato dos servidores de São Carlos e poderemos ainda conseguir mais alguma ajuda da CSPB no projeto que prevê a construção do auditório em nossa sede social. O João Domingos como sempre nos atendeu com bastante atenção e se prontificou de pronto em ajudar em nossos projetos. No Ministério do Trabalho, apesar de não conseguirmos o resultado que desejávamos, acabamos tomando conhecimento de outros projetos que poderão ser realizados em prol dos servidores públicos em parceria com a Prefeitura Municipal", finalizou Adail.

Os projetos – Adail levou para Brasília os projetos que prevê a publicação de um livro que contará a história do Sindspam, bem como das pessoas envolvidas em sua fundação, ainda como Associação de Servidores. O projeto deste registro documental foi elaborado em janeiro deste ano e será realizado por Eduardo Andreazi Moreira. A construção do auditório está inserida no projeto de ampliação e reforma da sede social na Vila Prado. Este projeto foi dividido em três etapas, a primeira que já está em andamento, prevê a reforma e ampliação da área administrativa e de serviço da sede.

Essa etapa começou em Março deste ano e deverá ficar pronta em Outubro. Terminada esta primeira etapa a intenção do presidente é de transferir de imediato toda a parte administrativa para a sede própria e devolver o prédio alugado da rua Episcopal. A segunda etapa é reformar o salão social e deixá-lo com mais segurança e conforto para o associado e demais servidores municipais. Para estas duas etapas, o dinheiro já está reservado. A terceira etapa é a construção do auditório. "Esta etapa ainda estamos atrás de recursos, por isso estivemos em Brasília, o auditório servirá para realizarmos reuniões, seminários, palestras e cursos", explicou Adail.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://saocarlosdiaenoite.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp