12/11/2013 às 23h44min - Atualizada em 12/11/2013 às 23h44min

Prorrogação de requerimento provoca discussão entre vereadores

Em mais uma sessão tumultuada o pedido de prorrogação por 15 dias da resposta de um requerimento causou polêmica entre os vereadores Lineu Navarro (PT), Edson Fermiano (PR) e Equimarcílias Freire (PMDB) na tarde desta terça-feira (12) na Câmara Municipal de São Carlos.

A votação sobre a prorrogação foi apertada - 7 votos a 6 – e a discussões começaram a partir do momento da tentativa de Fermiano usar o tempo destinado à justificativa de voto.

O vereador petista disse que Fermiano não poderia usar o expediente porque estava ausente do plenário. Durante a votação, Lineu, que é o primeiro-secretário da Mesa Diretora, registrou a ausência do parlamentar do PR e de Freire.

"O próprio líder do governo, Lucão Fernandes, é testemunha que o senhor, Edson Fermiano, não estava no plenário neste momento, você poderia estar em seu gabinete, atendendo, despachando, como é próprio do vereador, mas aqui não estava".

Fermiano tentava utilizar a tribuna para dizer que Lineu estava no Legislativo para votar contra tudo e que não tinha ética, mas o petista, dentro do Regimento Interno da Câmara, impediu a fala do colega.

Freire acusou Lineu de transformar a Câmara em "circo" diante da atitude que tomou "Agora, ele fica rindo, com a maior cara de pau". Lineu acompanhou o discurso de Freire frente a frente, o que deixou o colega ainda mais irritado.

Dé Alvim (SDD) usou a tribuna para apoiar a prorrogação de prazo dos requerimentos e disse que quando estava no PT na administração Oswaldo Barba, era proibido pelo partido de elaborar requerimentos solicitando respostas da Prefeitura.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://saocarlosdiaenoite.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp