20/09/2013 às 11h06min - Atualizada em 20/09/2013 às 11h06min

Medicina Hiperbárica da Santa Casa já realizou mais de 6 mil sessões

Mesmo com sua situação ainda indefinida junto a Prefeitura Municipal de São Carlos por conta de um contrato temporário de 4 meses que em breve estará expirando, a Medicina Hiperbárica da Santa Casa de Misericórdia continua salvando vidas.

Com pouco mais de 2 anos e meio de operação com duas câmaras hiperbáricas instaladas em  um setor próprio no hospital, o tratamento a base de oxigenoterapia hiperbárica já realizou mais de 6 mil sessões nesse período.

Dentro dessa estatística expressiva, foram beneficiados mais de 500 pacientes que tinham problemas de cicatrização de feridas. Outro ponto alto desse tratamento é que até agora, já foram evitadas perto de 100 amputações de algum membro em virtude de acidentes ou feridas crônicas, principalmente de pessoas portadoras do diabetes.

O médico responsável pelo serviço no setor de medicina hiperbárica da Santa Casa é o Dr. Carlos Alberto de Carvalho. Ele é membro da Sociedade Brasileira de Medicina Hiperbárica e comemora os resultados alcançados até agora: "quando escolhemos São Carlos para a instalação das câmaras foi por acreditar no potencial tecnológico da cidade e também porque sabíamos da demanda existente na cidade para esse tipo de tratamento que hoje é uma terapia reconhecida pelo Conselho Federal de Medicina e também já faz parte da gama de procedimentos da Agência Nacional de Saúde através de planos de saúde. Temos um trabalho muito cuidadoso com nossos pacientes que passam por avaliação sistemática e além disso, contamos com profissionais  especializados para fazer a avaliação de cada caso para ver se existe a necessidade desse tratamento;" explicou Dr. Carlos Carvalho. Todo o tratamento pode ser feito via SUS, planos de saúde ou particulares.

Pacientes falam da cura com emoção

O Sr Alair Evangelista já fez quase 160 sessões na câmara hiperbárica. Ele carregava uma ferida de anos e anos sempre trocando os curativos e não enxergava nenhuma melhora; "era constrangedor andar com uma faixa na perna e o pior era que a ferida não retrocedia. Quando fui encaminhado via posto de saúde para o Dr. Carlos e para a Santa Casa renovei minha esperança e hoje posso comemorar a cura dessa ferida graças ao tratamento com a câmara hipérbárica que foi uma benção na minha vida;" falou Seo Alair emocionado.

Outro paciente que sofre mas por complicações do diabetes é o Sr. Ari Cruz que também já percebe os benefícios do tratamento após 40 sessões; " fiz algumas sessões mesmo não sendo autorizadas e tenho que agradecer a Santa Casa e ao Dr. Carlos porque mesmo sofrendo uma amputação anos atrás por causa do diabetes  hoje já sinto minha pele viva novamente o que me enche de esperança pela cicatrização;" contou.

Dona Marilena Souza da Cruz sofreu um acidente um ano atrás. Ela foi atropelada por um ônibus e teve a perna amputada; " fiz perto de 60 sessões e tenho fé que vou conseguir com esse tratamento a colocação de uma prótese, já que estou conseguindo fechar meu ferimento. A câmara é uma benção;"

Oxigenoterapia: o que é?

O oxigênio, quando administrado sob pressão, funciona como um medicamento. A elevada pressão desse gás no ar, quando inalado, corresponde a um grande aumento da fração de oxigênio dissolvido no plasma. Esse aumento faz com que o gás se difunda até quatro vezes mais, atingindo pontos que se encontravam pouco oxigenados. Uma vez melhor oxigenadas, as células chamadas fibroblastos voltam a ter a sua função normalizada, além de ocorrer um estímulo na formação de novos capilares sanguíneos, aumento da ação bactericida e bacteriostática dos antibióticos, e formação de células responsáveis pela estrutura da pele e colágeno.

Inúmeros trabalhos publicados em todo o mundo nos últimos 40 anos comprovam a eficácia da Oxigenoterapia Hiperbárica como excepcional ferramenta do tratamento médico, promovendo, entre outros efeitos, o retorno dos fibroblastos (células fundamentais na produção de colágeno e cicatrização) a suas funções normais.

Isso culmina com a aceleração de cicatrizações, melhora a qualidade da osteogênese e dos tecidos de granulação e um combate mais eficaz de infecções. Atua também de maneira sinérgica com determinados antibióticos, ou seja, aumenta a eficácia dos mesmos. Desta forma, pode auxiliar a reduzir ou até mesmo evitar procedimentos cirúrgicos mutilantes, como amputações, proporcionando uma recuperação mais rápida e com melhores resultados clínicos.

Basicamente esse tratamento pioneiro na cidade consiste na inalação de oxigênio puro, onde o paciente, dentro de uma câmara hiperbárica com controle digital, submete-se a uma pressão maior do que a atmosférica, e onde a concentração de oxigênio no sangue aumenta em até mais 20 vezes. O equipamento é destinado às pessoas que se submeterão as sessões de oxigenoterapia hiperbárica (OHB) a fim de respirar oxigênio 100% puro a pressões superiores à pressão atmosférica ao nível do mar.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://saocarlosdiaenoite.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp