20/09/2013 às 11h02min - Atualizada em 20/09/2013 às 11h02min

Roselei propõe apoio psicológico a mulheres que sofreram aborto espontâneo

O vereador Roselei Françoso (PT) apresentou, na Câmara Municipal, projeto de lei que propõe a implantação do Programa de Humanização Permanente de Apoio Psicológico às Mulheres, que disponibilizará acompanhamento médico e psicológico às mulheres que sofreram aborto espontâneo ou óbito fetal no âmbito hospitalar da rede municipal de saúde.

Segundo o Roselei, o programa contará com profissionais das áreas de psicologia e assistência social que, quando constatado o aborto espontâneo ou o óbito fetal, atuarão juntamente à mulher e seus familiares de maneira a garantir o acompanhamento psicológico e familiar necessários para a superação "deste difícil momento de perda na vida da mulher".

"O serviço de saúde deve garantir à mulher acolhimento, informação, aconselhamento, competência profissional, tecnologia apropriada disponível e o relacionamento interpessoal pautado em respeito à dignidade e aos direitos da mulher", afirmou o parlamentar, "é necessário que os profissionais de saúde e assistentes sociais estejam sensibilizados com esta parcela da população feminina e com o processo de perda e à vivência do luto" completou.

Para o vereador, se aprovada, a lei trará muitos benefícios à todas as mulheres e, por conseguinte, familiares que passam pela experiência de um aborto espontâneo ou óbito fetal. "É de suma importância a aprovação do presente projeto de lei para garantia de direitos e proteção às cidadãs de nosso Município nesse momento tão delicado de suas vidas", afirmou.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://saocarlosdiaenoite.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp