20/09/2013 às 10h38min - Atualizada em 20/09/2013 às 10h38min

São Carlos recebe certificado da ONU como Cidade Resiliente

Dentro do Seminário "Construindo Cidades Resilientes – minha cidade está se preparando", organizado pela Coordenadoria Estadual de Defesa Civil e realizado na manhã desta quinta-feira (19), no auditório do Hotel Anacã, em São Carlos, o vice-prefeito e secretário municipal de Agricultura e Abastecimento, Cláudio Di Salvo, representando o prefeito Paulo Altomani, recebeu das mãos do secretário chefe da Casa Militar e coordenador estadual de Defesa Civil, coronel PM, Marco Aurélio Alves Pinto, certificação da Organização das Nações Unidas (ONU) pela adesão do município à campanha Cidades Resilientes.

Na ocasião, também receberam o certificado as cidades de Araraquara e Ibitinga, com a presença do prefeito de Ibitinga, Florisvaldo Antonio Fiorentino, do coordenador Regional de Defesa Civil (Região Araraquara), Amarildo Calegari, do coordenador regional de Defesa Civil (Região de Campinas), Sidnei Furtado Fernandes, do comandante do Grupo de Bombeiro da Região, Major Samuel Rebessi Penteado, do 1º. Tenente PM comandante dos PBs de São Carlos, Rangel Moreira Gregório e do coordenador da Defesa Civil local, Pedro Caballero, além de outros representantes da PM, Bombeiros e Defesa Civil da região.

A campanha faz parte da Estratégia Internacional para Redução de Desastres (Eird), coordenada pela ONU, com o objetivo de aumentar o grau de consciência e compromisso em torno de práticas de desenvolvimento sustentável, diminuindo as vulnerabilidades e propiciando bem estar e segurança aos cidadãos.

Para Cláudio Di Salvo, a integração e a troca de informações, a partir de um banco de dados proposto pelo projeto, garantirá aos municípios melhor segurança para todos. "Já temos estudo de levantamento sócio e econômico de uso e ocupação de solo, feito com o apoio das universidades e da secretaria de Desenvolvimento Sustentável, Ciência e Tecnologia e Coordenador de Meio Ambiente (SMDSCT/CMA)", lembrou.

Pedro Caballero, coordenador da Defesa Civil em São Carlos, ressaltou que a cidade está trabalhando, para a conquista desse certificado, desde o início de 2013. "Uma cidade bem preparada é capaz de prevenir e reagir melhor a uma situação de emergência. Estamos vulneráveis e a ideia da ONU é reduzir essa vulnerabilidade e fazer com que São Carlos ajude os  municípios visinhos, já que os desastres não têm fronteiras políticas".

Uma das finalidades da campanha é mostrar que a redução de riscos e desastres ajuda na diminuição da pobreza, favorece a geração de empregos, de oportunidades comerciais e a igualdade social, além de garantir ecossistemas mais equilibrados e melhorias nas políticas de saúde e educação. Para o Coronel Marco Aurélio, as cidades da região estão começando a assumir o compromisso internacional perante a ONU e ao Estado de São Paulo para que sejam resilientes. "Queremos mudar a cultura da ajuda somente pós-catástrofe. Queremos saber onde estão e quais são os problema e agir preventivamente". Na região, os períodos mais críticos, segundo Marco Aurélio, são o de estiagem, com os incêndios e o de chuvas, devido aos alagamentos.

A construção de uma cidade resiliente envolve 10 providências essenciais a serem implementadas por prefeitos e gestores públicos.
Entre elas estão a criação de programas educativos e de capacitação em escolas e comunidades locais, o cumprimento de normas sobre construção e princípios para planejamento e uso do solo, os investimentos em implantação e manutenção de infraestrutura que evitem inundações e o estabelecimento de mecanismos de organização e coordenação de ações  com base na participação de comunidades e sociedade civil organizada.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://saocarlosdiaenoite.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp