19/09/2013 às 01h18min - Atualizada em 19/09/2013 às 01h18min

Ministério da Saúde confirma Santa Casa na Rede de Urgência e Emergência

O secretário municipal interino de Saúde, Ricardo Innecco Castro, confirmou na tarde desta quarta-feira (18) a inclusão da Santa Casa de Misericórdia, de São Carlos, na Rede de Urgência e Emergência, do Ministério da Saúde, o que vai possibilitar a ampliação e a habilitação de novos serviços.

Após a reunião, que foi realizada na Santa Casa, o secretário de Saúde informou que o município vai ganhar em vários setores, já que o investimento será de R$ 3 milhões para aquisição de novos equipamentos e mais R$ 200 mil de repasse mensal. "O esforço que fizemos foi recompensado. O prefeito Paulo Altomani havia solicitado prioridade nesse assunto e buscamos agilidade para tramitar o processo. Tivemos a visita do representante do Ministério da Saúde, Danilo Carvalho Oliveira no final de agosto e agora já podemos confirmar que a Santa Casa faz parte da Rede. Nosso município vai receber um investimento de R$ 3 milhões para a compra de equipamentos e reforma do Serviço Médico de Urgência e mais R$ 200 mil por mês de repasse. A Rede de Urgência e Emergência contemplará não só o município de São Carlos, mas também a microrregião. Tanto o SAMU, que vai atuar de forma regionalizada, como os leitos de UTI para o município de São Carlos. Serão viabilizados 21 leitos de UTI para o Hospital Escola e mais 10 leitos de UTI para a Santa Casa, além de seis leitos para o município de Porto Ferreira", disse Ricardo Castro.

A vereadora Cidinha do Oncológico, também presente na reunião, comemorou a conquista. "Eu sou da saúde e sei o que representa estar entre as cidades que pertencem a Rede de Urgência e Emergência. Teremos mais leitos na Santa Casa e no Hospital Escola, SAMU descentralizado e mais recursos do Ministério da Saúde. O prefeito Altomani e o secretário Ricardo Castro estão de parabéns pela conquista", comentou ela.

O diretor superintendente da Santa Casa, Gilberto Brina, disse que a expectativa era enorme "e felizmente o Ministério da Saúde atendeu as nossas reivindicações. Estar na Rede só vai trazer benefícios para a nossa comunidade", disse Brina.

Também marcaram presença na reunião o diretor superintendente da Santa Casa, Gilberto Brina, o diretor de Regulação e Controle e Avaliação da Secretária Municipal da Saúde, Wander Roberto Bonelli, a presidente do Conselho Municipal de Saúde, Maria Amélia Semifoque e diretores da Santa Casa.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://saocarlosdiaenoite.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp