05/09/2013 às 08h28min - Atualizada em 05/09/2013 às 08h28min

Marquinho fala sobre a saída da secretária de Saúde no Jornal da DBC

Presidente da Câmara destacou que o término da UPA do Santa Felícia, falta de medicamentos são prioridades da pasta no momento

Entrevistado ao vivo na manhã desta quarta-feira (04) no Jornal da DBC FM, o presidente da Câmara, o vereador Marquinho Amaral (PSDB) relacionou a exoneração da secretária de Saúde, Denise Cury, ao fato da mesma ter tido "sérios" problemas com funcionários públicos municipais. A médica sanitarista foi exonerada do governo Altomani nesta terça-feira (03), tendo trabalhado por menos de um mês no município.

Segundo Marquinho, desde o início ela se preocupou mais em organizar prédios, mudar departamentos de local, limpando esses espaços do que com os funcionários em si. "Em uma ocasião ela teve problemas e discutiu com o Sindispam e com a imprensa, deixando um clima muito ruim no trabalho e expondo uma péssima imagem a toda a população", exemplifica. O radialista, Antonio Walter Frujuelle, que destacou o excelente currículo que a médica possui, questionou o porquê de sua atuação não ter dado certo na cidade. Para Marquinho, ela não apresentou uma postura correta para tratar com os funcionários, muitas vezes, até ofendendo-os, desde o início de sua estada em São Carlos, quando ainda não havia assumido a pasta. "Fui contra a contratação dela desde o início, porque ela destratou e ofendeu funcionários. Acredito que eu cumpri meu papel, que foi o de colaborar para que a saúde de São Carlos virasse realmente um caos. Sempre defendi o funcionalismo público e foi o que fiz", disse.

FUTURO - Para o atual presidente da Câmara, este é o momento do Poder Público dialogar com a classe médica, olhando para a frente, pensando no futuro da saúde na cidade. O término das obras que sediarão a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Santa Felícia, a situação do Hospital-Escola, a falta de medicamentos e materiais básicos da área são algumas das prioridades.

Marquinho citou ainda o nome do médico Ricardo Inneco, responsável pela atual coordenação do Samu, e que pode vir a assumir mesmo que provisoriamente a secretaria.

ARMAMENTO DA GUARDA? Sobre a polêmica do armamento da Guarda Municipal de São Carlos, o presidente da Câmara disse ser a favor, desde que o processo seja implantado com responsabilidade. "Recebemos a visita de representantes da Guarda de Americana, cidade que aplicou o armamento, mas com muita responsabilidade e se prontificaram a nos ajudar", acrescenta.

Segundo ele, para isso serão necessários diversos treinamentos, além da realização de exames psicológicos e técnicos com esses profissionais, avaliando sempre a real necessidade do armamento.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://saocarlosdiaenoite.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp