08/04/2013 às 17h00min - Atualizada em 08/04/2013 às 17h00min

Trabalhadores avançam no valor da PLR na Tecumseh

Em nova assembleia realizada neste domingo (07/04), na Sede do Sindicato, os trabalhadores(as)  aprovaram a proposta de R$3 mil de PLR para este ano.

O valor aprovado foi a contraproposta apresentada pela direção do Sindicato à empresa, após reivindicação dos trabalhadores, que reprovaram na primeira assembleia (25/03) a proposta no valor de R$2.600.

Segundo Erick Silva, presidente do Sindicato, é preciso valorizar a importância desta conquista, porque senão parece fácil. "Temos que valorizar todos os avanços que tivemos até agora, para podermos olhar para o futuro. Não foi fácil chegarmos até aqui e os trabalhadores sabem disso, pois foi preciso unidade e coragem para ir à luta e a construção da organização e conscientização é um processo que não para nunca", explicou.

O vice presidente da entidade, Vanderlei Strano, destacou a evolução na PLR ao longo dos últimos anos. "Como todos devem se lembrar, a PLR era paga de maneira diferenciada, por MBU. Foi a partir de 2006, com a participação dos dirigentes da CUT nas negociações é que um valor único começou a ser pago a todos os trabalhadores. A greve de 2006 também não pode ser esquecida, afinal foi naquele episódio que os trabalhadores entenderam a importância da organização e mobilização para conquistar as reivindicações. Os ganhos podem não ter vindo naquele momento, mas foi fator determinante para o avanço que tivemos a partir disso, tanto no conceito de PLR e formas de negociação, quanto nos valores", explicou Strano.

O presidente do Sindicato relembrou que os trabalhadores se uniram e foram à luta. "Até dois anos atrás o aumento salarial era escalonado, os trabalhadores não tinham vale alimentação, a refeição dos que ganhavam mais tinha diferenciação. Todos esses avanços não foram alcançados há 20 anos, mas sim em dois anos. Em 2012, por exemplo, esses companheiros foram às ruas lutar pelos seus empregos no ato histórico realizado na cidade, em defesa do emprego e produção nacional, ou seja, foi preciso mobilização para conseguir elevar a PLR de R$700, paga em 2010, para estes R$ 3 mil deste ano", comemorou Erick Silva.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://saocarlosdiaenoite.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp