06/03/2013 às 22h09min - Atualizada em 06/03/2013 às 22h09min

Marcha a Brasília: Newton Lima defende 100% dos royalties do petróleo para Educação

O deputado federal Newton Lima (PT-SP) participou nesta quarta-feira (6) da 7ª Marcha a Brasília, que reuniu mais de 50 mil trabalhadores de seis centrais sindicais e representantes de diversos movimentos sociais na capital federal. Durante o encontro, o deputado recebeu a delegação de trabalhadores cutistas de São Carlos e região e o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São Carlos e Região, Erick Silva.

"A pauta de reivindicações, que tem 12 itens, como o fim do fator previdenciário, a jornada de 40 horas semanais e a defesa de 10% do PIB para educação é justa e certamente os trabalhadores estão preocupados em contribuir com o desenvolvimento do país, em particular com a indústria nacional", destacou.
Newton Lima defendeu que 100% dos recursos provenientes dos royalties do petróleo sejam aplicados na Educação.

"Temos que utilizar todo o dinheiro dos royalties na Educação. Em 10 anos, precisamos de 10% do PIB aplicados à Educação para remunerarmos melhor os professores, equipar as escolas e dar uma educação com mais qualidade para os filhos dos trabalhadores, que são os mais prejudicados com a baixa qualidade da educação básica no Brasil", destacou o deputado.

Para o deputado, apesar do bom desempenho da economia nacional, é preocupante o processo de desindustrialização do parque fabril nacional. "O Plano Brasil Maior, lançado pela presidenta Dilma Rousseff, foi um primeiro passo fundamental para reverter o problema", avalia o parlamentar. Ele ressalta, no entanto, o caráter emergencial de políticas econômicas que enfrentem a importação desenfreada de produtos de outros países, em especial da China.

Frente Parlamentar – A Frente Parlamentar em Defesa da Indústria Nacional, criada por Newton Lima e lançada em março de 2012, já realizou várias discussões e irá promover uma série de debates que pretendem propor ações para aumentar a participação da indústria nacional no Produto Interno Bruto (PIB). A Frente reúne mais de 300 parlamentares, empresários, representados pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), e trabalhadores, por meio das Centrais Sindicais.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://saocarlosdiaenoite.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp