22/11/2012 às 10h50min - Atualizada em 22/11/2012 às 10h50min

Homicídios crescem 85% em 10 meses em São Carlos

A violência extrapolou os limites em São Carlos. Após a morte do soldado Marco Aurélio de Santi, de 43 anos, em agosto, provavelmente a mando do PCC (Primeiro Comando da Capital), os números de assassinatos cresceu assustadoramente. O crime mais grave – e que se tornou a maior chacina do ano – aconteceu na região da CDHU, no dia 31 de outubro, quando foram registradas sete mortes.

A Secretaria de Segurança Pública divulgou, na quarta-feira (21), os números da violência. De janeiro a outubro, o número de homicídios em São Carlos cresceu 85%, na comparação com o mesmo período do ano passado. Foram 26 assassinatos no período, em 2012, contra 14 no ano passado.

Em Araraquara, cidade do mesmo porte populacional que São Carlos, os

homicídios cresceram 46,1% no período analisado. Foram 19 mortes em

2012 contra 13 em 2011.

Outros crimes - Em relação aos outros crimes, os dados se mantiveram estáveis. Os furtos tiveram acréscimo de 2% - 2.651 casos neste ano contra 2.595 em 2011. Os furtos de veículo, que apresentavam crescimento na casa dos 30% em outras análises, neste período teve uma elevação de 8% - foram 397 ocorrências contra 366 no ano passado.

Os roubos também se mantiveram estáveis – 634 casos de janeiro a outubro de 2011 contra 624 neste ano.

Já os roubos de veículo cresceram 40,9% - passaram de 22 para 31 casos. Em Araraquara, os furtos cresceram 15,7% - de 2065 passaram para 2.390; os roubos caíram 19,6% - de 571 ocorrências em 2011 passaram para 471. Os furtos de veículos reduziram 4% - de 309 passaram para 295 e os roubos de veículo cresceram 12,5% - de 16 para 18 casos.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://saocarlosdiaenoite.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp