19/11/2012 às 10h44min - Atualizada em 19/11/2012 às 10h44min

Bento 16 empossa Vanderlei Bagnato como membro de Academia de Ciências

O pesquisador da USP e professor do Instituto de Física da USP de São Carlos, dr. Vanderlei Salvador Bagnato tomou posse, no último dia 8, pelas mãos do Papa Bento XVI como membro do seleto quadro de membros da Academia de Ciências do Vaticano.

Dentre os inúmeros títulos que Bagnato possui, este tem um importância única por ser o segundo cientista brasileiro, trabalhando em território nacional, a integrar a Academia de Ciências em Roma, no Vaticano, e em especial por ser um cidadão de São Carlos e brasileiro. A notícia tomou as páginas dos principais jornais do país, e dos noticiários internacionais.

E uma benção especial dirigida diretamente ao professor. Bagnato, que também é o coordenador do Centro de Óptica do Instituto de Física de São Carlos, contou emocionado em seu retorno, os e momentos que passou no Vaticano e a audiência especial com Papa.

 Ao segurar sua mão em um gesto de apreciação, o Papa Bento XVI proferiu a Bagnato palavras animadoras sobre o valor da ciência e sua importância para a Igreja. Lembrou também a importância do Brasil no panorama social da América Latina. Em entrevista à Radio do Vaticano, Bagnato lembrou a necessidade de usarmos a ciência com integração dos povos. "Foi a ciência quem reaproximou o povo judeu dos alemães, e tem sido a ciência o maior fator de integração mundial".

Assim anualmente, os membros da Academia de Ciências do Vaticano tem por costume reunirem-se para discutirem assuntos relevantes ao avanço da ciência e ao avanço da humanidade. Este ano o tema foi "Complexidade em ciências" e Bagnato promete escrever algo neste tema oportunamente.

A história da Academia criada em Roma em 1603 está descrita abaixo, onde diversos Prêmios Nobel fazem parte do seleto grupo, que tem em sua totalidade 80 pesquisadores de diversas partes do mundo, e agora faz parte o representante são-carlense.

Em recente declaração a imprensa antes da posse, Bagnato afirmou: "Eu acho que eles estão realmente preocupados em ter pessoas que discutam a ciência e como ela vai ajudar o homem". Em uma de suas declarações sobre a posse no Vaticano, Bagnato diz ser indescritível a emoção e a espiritualidade presente ao estar com o Santo Papa Bento XVI. Também sentiu emoção especial ao ser chamado pelo Santo Padre de "Excelência"...

A equipe de pesquisadores, coordenada pelo pesquisador convidado pela Academia de Ciência do Vaticano, vem desenvolvendo há anos importantes pesquisas, dentro da física atômica e dos aplicativos da óptica nas ciências da vida. Além disto, atua em outras em área diversas, inclusive nas área de inovação tecnológica, onde Bagnato é o atual coordenador da Agência USP de Inovação.

 

 

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://saocarlosdiaenoite.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp