NESTA TERÇA-FEIRA (29/09) OS RADARES ESTARÃO OPERANDO NOS SEGUINTES LOCAIS:

RADAR 1 - RUA MIGUEL PETRONI (RODOVIA/CENTRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H;

RADAR 2 - RUA JOAQUIM RODRIGUES BRAVO (CENTRO/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H;

RADAR 3 - AVENIDA COMENDADOR ALFREDO MAFFEI (BAIRRO/CENTRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H.

 

 

Acompanhando a rápida evolução tecnológica e a necessidade de manter atualizadas e motivadoras as aulas práticas das disciplinas de sistemas embarcados dos cursos de Engenharias Aeronáutica e Mecatrônica, a empresa Suíça Toradex e sua filial no Brasil estão doando 40 computadores em módulo Colibri VF50 128MB  ao Departamento de Engenharia Aeronáutica da Escola de Engenharia de São Carlos (EESC) da USP. Como complemento, também foram cedidas à instituição placas base Viola.

Os sistemas viabilizam inclusive a realização de aulas práticas de forma remota em tempos de pandemia.

Nos primeiros anos de Engenharia, os alunos, mesmo em casa, têm contato com maker boards didáticas de baixo custo. Com a doação dos computadores em módulo Toradex, os laboratórios da EESC  possibilitarão aos alunos o salto de um ambiente hobbista para o ambiente profissional.

A doação foi feita por meio do Programa Parceiros da EESC e permite que os alunos entendam como os sistemas embarcados são aplicados em produtos e processos aeroespaciais, automotivos, sistemas de defesa, sistema de entretenimento e sinalização digital, edge computing, automação industrial e robótica, eletromédicos e automação comercial.

Segundo Guilherme Fernandes, diretor de Vendas da Toradex Brasil o mercado de sistemas embarcados sofre hoje com uma enorme escassez de mão de obra qualificada. “Tenho visto diversas empresas com projetos parados por falta de talentos. A Escola de Engenharia de São Carlos chamou nossa atenção por seu trabalho na formação de talentos nessa área. Estamos felizes em colaborar com esses kits de desenvolvimento permitindo que a Escola continue contribuindo com a indústria”.

Já para o professor Glauco Caurin, do Departamento de Engenharia Aeronáutica da EESC, “as mudanças tecnológicas ocorrem cada vez mais rápidas e o desafio consiste em capacitar pessoas a reaprender e se adaptar ao novo”.



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo